Home | Livros | Alfaguara | PANTALEÃO E AS VISITADORAS
CLIQUE PARA AMPLIAR

PANTALEÃO E AS VISITADORAS

Mario Vargas Llosa
Tradução: Paulina Wacht e Ari Roitman

R$ 74,90

/ À vista

Frequentemente comprados juntos

Alfaguara

Pantaleão e as visitadoras

Mario Vargas Llosa

R$ 74,90

Alfaguara

Os cadernos de Dom Rigoberto

Mario Vargas Llosa

R$ 79,90

Alfaguara

A cidade e os cachorros

Mario Vargas Llosa

R$ 89,90

Preço total de

R$ 244,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Alfaguara

A cidade e os cachorros

Mario Vargas Llosa

R$ 89,90

Indisponível

Alfaguara

Tia Julia e o escrevinhador

Mario Vargas Llosa

R$ 89,90

Alfaguara

Os cadernos de Dom Rigoberto

Mario Vargas Llosa

R$ 79,90

Alfaguara

A casa verde

Mario Vargas Llosa

R$ 89,90

Indisponível

Alfaguara

Elogio da madrasta

Mario Vargas Llosa

R$ 64,90

Indisponível

Alfaguara

A guerra do fim do mundo

Mario Vargas Llosa

R$ 119,90

Alfaguara

Travessuras da menina má

Mario Vargas Llosa

R$ 79,90

Alfaguara

O herói discreto

Mario Vargas Llosa

R$ 79,90

Alfaguara

Lituma nos Andes

Mario Vargas Llosa

R$ 74,90

Alfaguara

A festa do bode

Mario Vargas Llosa

R$ 94,90

Alfaguara

Os chefes e os filhotes

Mario Vargas Llosa

R$ 64,90

Alfaguara

Cinco esquinas

Mario Vargas Llosa

R$ 69,90

Ficha Técnica

Páginas: 248 Formato: 15.00 X 23.40 cm Peso: 0.373 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 29/05/2007
ISBN: 978-85-6028-112-1 Selo: Alfaguara Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Publicada em 1974 e adaptada para o cinema, "Pantaleão e as visitadoras" é uma das obras mais populares e divertidas de Mario Vargas Llosa. Pantaleão Pantoja, um capitão recém-promovido do exército, recebe uma missão inesperada: criar um serviço de prostitutas para as Forças Armadas do Peru isoladas na selva amazônica, dentro do mais absoluto sigilo militar.
O capitão tem que se mudar para Iquitos, se manter afastado dos demais militares, usar trajes civis e, acima de tudo, não contar nada à mãe e à mulher. É obrigado a trabalhar nas madrugadas, bebendo em bares infectos, e cuidar do empreendimento com personagens insólitos.
Em pouco tempo, o que era uma missão discreta se transforma no maior empreendimento de prostitutas do país, virando do avesso à vida de Iquitos e do próprio Pantaleão, que, como se não bastassem os problemas familiares, se verá envolvido com uma bela e insinuante visitadora.

Prêmio Cervantes, Prêmio Príncipe de Astúrias, Prêmio PEN/Nabokov, Prêmio Grinzane Cavour e Prêmio Nobel de Literatura.

Sobre o autor