Home | Livros | Penguin-Companhia | O MAL-ESTAR NA CIVILIZAÇÃO
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

O MAL-ESTAR NA CIVILIZAÇÃO

Sigmund Freud
Tradução: Paulo César de Souza

R$ 39,90

R$ 33,92

/ À vista

Apresentação

Um dos textos mais brilhantes de Sigmund Freud, usado como objeto de estudo na psicanálise mas também nos cursos de sociologia e antropologia, agora em edição econômica e tradução de Paulo César de Souza.

Frequentemente comprados juntos

Penguin-Companhia

O mal-estar na civilização

Sigmund Freud

R$ 33,92

Penguin-Companhia

Totem e Tabu

Sigmund Freud

R$ 42,42

Penguin-Companhia

O homem dos lobos

Sigmund Freud

R$ 42,42

Preço total de

R$ 118,76

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Freud (1930-1936) - Obras completas volume 18

Sigmund Freud

R$ 107,91

Penguin-Companhia

O homem dos lobos

Sigmund Freud

R$ 42,42

Companhia das Letras

Freud (1901-1905) - Obras completas Volume 6

Sigmund Freud

R$ 98,91

Companhia das Letras

Freud (1900) - Obras completas volume 4

Sigmund Freud

R$ 121,41

Companhia das Letras

Freud (1912-1914) - Obras completas volume 11

Sigmund Freud

R$ 98,91

Companhia das Letras

Freud (1909-1910) - Obras completas volume 9

Sigmund Freud

R$ 98,91

Companhia das Letras

Freud (1920-1923) - Obras completas volume 15

Sigmund Freud

R$ 89,91

Companhia das Letras

Freud (1905) - Obras Completas volume 7

Sigmund Freud

R$ 89,91

Companhia das Letras

Freud (1926 - 1929) - Obras completas volume 17

Sigmund Freud

R$ 98,91

Companhia das Letras

Freud (1914-1916) - Obras completas volume 12

Sigmund Freud

R$ 89,91

Companhia das Letras

Freud (1906-1909) - Obras completas volume 8

Sigmund Freud

R$ 107,91

Ficha Técnica

Título original: Das unbehagen in der kultur Páginas: 96 Formato: 13.00 X 20.00 cm Peso: 0.102 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 29/11/2011
ISBN: 978-85-6356-030-8 Selo: Penguin-Companhia Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Um dos textos mais brilhantes de Sigmund Freud, usado como objeto de estudo na psicanálise mas também nos cursos de sociologia e antropologia, agora em edição econômica e tradução de Paulo César de Souza.

Escrito às vésperas do colapso da Bolsa de Valores de Nova York (1929) e publicado em Viena no ano seguinte, O mal-estar na civilização é uma penetrante investigação sobre as origens da infelicidade, sobre o conflito entre indivíduo e sociedade e suas diferentes configurações na vida civilizada. Este clássico da antropologia e da sociologia também constitui, nas palavras do historiador Peter Gay, "uma teoria psicanalítica da política". Na tradução de Paulo César de Souza, que preserva a exatidão conceitual e toda a dimensão literária da prosa do criador da psicanálise, o livro proporciona um verdadeiro mergulho na teoria freudiana da cultura, segundo a qual civilização e sexualidade coexistem de modo sempre conflituoso. A partir dos fundamentos biológicos da libido e da agressividade, Freud demonstra que a repressão e a sublimação dos instintos sexuais, bem como sua canalização para o mundo do trabalho, constituem as principais causas das doenças psíquicas de nossa época.