Home | Livros | Companhia das Letras | A MORTE DO LEÃO
CLIQUE PARA AMPLIAR

A MORTE DO LEÃO

Henry James
Tradução: Paulo Henriques Britto

Apresentação

Cinco histórias repletas de ironia e sutileza, por um dos grandes mestres da literatura. Henry James põe escritores e pintores no centro de parábolas psicológicas e morais e concretiza seu ideal de fazer da ficção uma arte tão elevada quanto a música ou a pintura.

Até o último fantasma

Companhia das Letras

Até o último fantasma

Henry James

R$ 39,00

Indisponível
RETRATO DE UMA SENHORA (EDIÇÃO DE BOLSO)

Companhia de Bolso

RETRATO DE UMA SENHORA (EDIÇÃO DE BOLSO)

Henry James

R$ 69,90

Indisponível
A outra volta do parafuso

Penguin-Companhia

A outra volta do parafuso

Henry James

R$ 42,42

Pelos olhos de Maisie

Penguin-Companhia

Pelos olhos de Maisie

Henry James

R$ 54,90

Indisponível
A história do mundo em cinquenta cachorros

Paralela

A história do mundo em cinquenta cachorros

Mackenzi Lee

R$ 69,90

Até o último fantasma: edição bolso de luxo

Clássicos Zahar

Até o último fantasma: edição bolso de luxo

Henry James

R$ 59,90

Conhecer uma mulher

Companhia das Letras

Conhecer uma mulher

Amós Oz

R$ 89,90

Arte moderna

Companhia das Letras

Arte moderna

Giulio Carlo Argan

R$ 264,90

Indisponível
A olho nu

Companhia das Letras

A olho nu

Antonio Fernando de Franceschi

R$ 37,90

Indisponível
Montaigne em movimento

Companhia das Letras

Montaigne em movimento

Jean Starobinski

R$ 52,00

Indisponível
Orfeu extático na metrópole

Companhia das Letras

Orfeu extático na metrópole

Nicolau Sevcenko

R$ 99,90

Indisponível
Roteiro lírico e sentimental da cidade do Rio de Janeiro

Companhia das Letras

Roteiro lírico e sentimental da cidade do Rio de Janeiro

Vinicius de Moraes

R$ 52,90

Indisponível

Ficha Técnica

Título original: A morte do leão Páginas: 192 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.222 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 11/03/1993
ISBN: 978-85-7164-300-0 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Cinco histórias repletas de ironia e sutileza, por um dos grandes mestres da literatura. Henry James põe escritores e pintores no centro de parábolas psicológicas e morais e concretiza seu ideal de fazer da ficção uma arte tão elevada quanto a música ou a pintura.

Nascido em Nova York e naturalizado inglês um ano antes de morrer, Henry James (1843-1916) ocupa uma posição singular na literatura de língua inglesa. Ao longo de 21 romances e 112 narrativas curtas (entre contos e novelas), elevou a prosa de ficção a um grau de sofisticação e sutileza talvez só igualado em nosso século pelo francês Marcel Proust.

Nas cinco histórias reunidas neste volume - todas ambientadas na Inglaterra e escritas entre 1888 e 1896, nos férteis middle years do autor -, escritores e pintores estão no centro de intrincadas parábolas psicológicas e morais. Aqui, tema e forma se constituem mutuamente, num todo orgânico que só encontra paralelo nos mais bem realizados sonetos, afrescos ou sinfonias, concretizando o ideal de Henry James de fazer da narrativa ficcional uma arte tão elevada quanto a música ou a pintura.

Sobre o autor