Home | Livros | Companhia das Letrinhas | O GATO E O ESCURO
CLIQUE PARA AMPLIAR

O GATO E O ESCURO

Autor: Mia Couto
Ilustrador: Marilda Castanha

R$ 49,90

/ À vista

Apresentação

Com a mesma criatividade literária e lingüística que o consagrou como autor de romances, Mia Couto estréia na literatura infantil com este miniconto sobre um gatinho e sua vontade de descobrir e explorar o mundo. "Somos nós que enchemos o escuro com nossos medos."

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letrinhas

O gato e o escuro

Mia Couto

R$ 49,90

Companhia das Letrinhas

A água e a águia

Mia Couto

R$ 49,90

Companhia das Letrinhas

O gato malhado e a andorinha Sinhá

Jorge Amado

R$ 59,90

Preço total de

R$ 159,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letrinhas

A água e a águia

Mia Couto

R$ 49,90

Indisponível

Companhia das Letrinhas

O gato malhado e a andorinha Sinhá

Jorge Amado

R$ 59,90

Boa Companhia

A menina sem palavra

Mia Couto

R$ 52,90

Companhia das Letrinhas

A maior flor do mundo

José Saramago

R$ 52,90

Indisponível

Companhia das Letrinhas

O carteiro chegou

Allan Ahlberg

R$ 77,90

Indisponível

Companhia das Letras

Vozes anoitecidas

Mia Couto

R$ 54,90

Indisponível

Companhia das Letrinhas

O silêncio da água

José Saramago

R$ 52,90

Indisponível

Companhia das Letrinhas

Histórias à brasileira, vol. 1

Ana Maria Machado

R$ 59,90

Companhia das Letras

Terra sonâmbula

Mia Couto

R$ 64,90

Ficha Técnica

Título original: O gato e o escuro Páginas: 40 Formato: 21.00 X 28.00 cm Peso: 0.168 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 25/07/2008
ISBN: 978-85-7406-341-6 Selo: Companhia das Letrinhas Ilustração: Marilda Castanha

SOBRE O LIVRO

Com a mesma criatividade literária e lingüística que o consagrou como autor de romances, Mia Couto estréia na literatura infantil com este miniconto sobre um gatinho e sua vontade de descobrir e explorar o mundo. "Somos nós que enchemos o escuro com nossos medos."

Pintalgato vive sendo alertado pela mãe para que não ultrapasse a fronteira do dia. Mas ele, louco para descobrir o que se esconde sob a sombra da noite, decide se aventurar e acaba tendo um encontro inusitado com o escuro. Quando volta para a luz do dia, descobre que seu pêlo, antes amarelo com pintinhas, está preto como a noite, e fica apavorado. Com ajuda da mãe, porém, consegue perceber que o medo do escuro, na verdade, é o medo das "ideias escuras que temos sobre o escuro".
Com uma prosa envolvente e cheia de pequenas surpresas poéticas, Mia Couto elabora uma bela fábula sobre as aflições e o encantamento com o desconhecido. Nas palavras do autor: "A maior parte dos medos que sofremos, crianças e adultos, foram fabricados para nos roubar curiosidade e para matar a vontade de querermos saber o que existe para além do horizonte".

Sobre o autor