Livro acessível
0
Carrinho
Títulos / Companhia das Letras / SENHORA DONA DO BAILE
Clique para ampliar
#SENHORADONADOBAILE
O périplo do casal Jorge e Zélia no exílio europeu, ao lado de amigos e personalidades de fama mundial.
Apresentação
Relato dos anos de exílio que Zélia Gattai e Jorge Amado passaram na Europa, Senhora dona do baile nos oferece, sob o disfarce da inocência, um vigoroso retrato do pós-guerra. A Guerra Fria racha o mundo ao meio, transformando as diferenças intelectuais e políticas em graves inimizades. São anos tensos, que Zélia fisga com agilidade incomum.
Publicado originalmente em 1984, o livro tem início em 1948, quando Zélia e João Jorge, então com quatro meses, embarcam rumo à Europa para se juntar a Jorge Amado, obrigado a fugir às pressas do Brasil depois de ter seu mandato de deputado federal cassado. Zélia adota, aqui, o papel que mais lhe agrada: o de discreta, mas meticulosa, observadora do real. Autêntica repórter, não deixa escapar nada: a dolorosa travessia do Atlântico, a saudade imensa do lar, as precárias viagens de avião em meio a rigorosas nevascas, a destruição da Europa do Leste, os congressos e compromissos de Jorge, e a convivência com personalidades como Picasso, Jean-Paul Sartre, Simone de Beauvoir, Marc Chagall e muitos outros.
Comovente é o modo como Zélia também privilegia as pequenas experiências e surpresas do dia a dia. Sua alma esquerdista não exclui nem mesmo a desconfiança em relação à seriedade excessiva e ao dogmatismo. Está sempre pronta para rir de si e desconfiar das próprias crenças. O casal se emociona quando, em um museu soviético, vê o berço em que Joseph Stálin dormiu. Esperta, Zélia imediatamente tempera a emoção com uma pitada de ironia, ciente de que é nas frestas do real que a verdade se esconde.
Submerso em um pesado casaco de pele, comprado em Moscou e apelidado de Encouraçado Potenkin, Jorge Amado não afasta sua atenção da mulher um só minuto. Seu olhar secreto zela pela narrativa. Com sua voz altiva e singular e sem medo de ser ofuscada pela presença do marido, Zélia narra o cotidiano do casal na Europa em histórias engraçadas e tocantes, neste livro que é considerado um dos mais importantes de sua carreira.
Ficha Técnica
Título original: SENHORA DONA DO BAILE
Capa: Rita da Costa Aguiar
Páginas: 440
Formato: 14.00 X 21.00 cm
Peso: 0.530 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 06/03/2009
ISBN: 9788535913927
Selo: Companhia das Letras
Série
ANARQUISTAS, GRAÇAS A DEUS - Memórias
Zélia Gattai
Um retrato afetivo da vida em família na São Paulo do início do século XX. Leia +
A CASA DO RIO VERMELHO - Memórias
Zélia Gattai
Zélia Gattai e Jorge Amado viveram longos anos num belo casarão no bairro do Rio Vermelho, em Salvador. Casa festiva e cheia de amigos, distante da clausura dos gabinetes e das academias literárias, é ela o centro deste livro delicioso, repleto de imagens de época. Leia +
CHÃO DE MENINOS - Memórias
Zélia Gattai
Entre viagens a países longínquos e sentimentos ambíguos diante da política e da realidade, pequenas histórias do dia a dia e amigos que não param de lhe trazer surpresas, Zélia Gattai continua sua trajetória de narradora sábia e serena neste livro de memórias delicado. Leia +
UM CHAPÉU PARA VIAGEM
Zélia Gattai
No aniversário de setenta anos de Jorge Amado, Zélia Gattai presenteou o marido com este livro sobre seus primeiros anos de casamento. Com bom humor e sensibilidade, ela narra as lutas políticas, as histórias divertidas da sogra e a descoberta da cultura baiana. Leia +
CÓDIGOS DE FAMÍLIA
Zélia Gattai
Neste livro delicado, Zélia se debruça sobre os hábitos e as idiossincrasias de sua família, mostrando que seus laços não se sustentam apenas nos vínculos de sangue, mas, sobretudo, na celebração de uma mesma língua. Leia +
CRÔNICA DE UMA NAMORADA - (e de uma família paulista nos anos 50)
Zélia Gattai
Em seu único romance, Zélia Gattai revive a passagem da infância para a adolescência ao narrar o processo de amadurecimento de uma menina na São Paulo da década de 1950. Leia +
JARDIM DE INVERNO
Zélia Gattai
Expulsos da França, depois de dois anos de exílio em Paris, Zélia Gattai e Jorge Amado são obrigados a se mudar para a Tchecoslováquia. Jardim de inverno narra os anos de desassossego e aflição, mas também de descobertas intensas, vividos pelo casal entre 1949 e 1952. Leia +
JONAS E A SEREIA
Zélia Gattai
Para falar da origem das sereias, a professora Carolina Spacaferro conta a seus alunos a aventura de um pescador que um dia se apaixonou por um peixe. Publicado originalmente em 2000, este é o terceiro livro infantil de Zélia Gattai. Leia +
MEMORIAL DO AMOR & VACINA DE SAPO
Zélia Gattai
Agora reunidos em volume único, os dois últimos livros de Zélia Gattai revivem saborosas memórias dos mais de cinquenta anos que ela compartilhou com Jorge Amado. Leia +
PIPISTRELO DAS MIL CORES
Zélia Gattai
Mais um divertido livro infantil de Zélia Gattai, que ganhou ilustrações de Pedro Rafael, Pipistrelo das mil cores é uma fábula em versos sobre uma criatura de asas coloridas, mais brasileiro do que muito mico-leão-dourado. Leia +
O SEGREDO DA RUA 18
Zélia Gattai
Ao saírem em busca do tesouro do pirata Gancho de Ouro, as crianças da rua 18 não faziam ideia do que iam encontrar... Leia +
SENHORA DONA DO BAILE
Zélia Gattai
O périplo do casal Jorge e Zélia no exílio europeu, ao lado de amigos e personalidades de fama mundial. Leia +
Autor

Assine a newsletter da Companhia