Home | Livros | Companhia das Letras | ELIZABETH COSTELLO
CLIQUE PARA AMPLIAR

ELIZABETH COSTELLO

J. M. Coetzee
Tradução: José Rubens Siqueira

Apresentação

A romancista australiana Elizabeth Costello protagoniza oito conferências sobre a literatura, a morte e a relação entre homens e deuses. Com uma escrita reflexiva, que embaralha os limites entre autor e personagem, Coetzee constrói a biografia de uma mulher - mãe, irmã, amante, escritora - num romance situado entre a ficção e o ensaio.

A vida dos animais

Companhia das Letras

A vida dos animais

J. M. Coetzee

R$ 39,90

Indisponível
À espera dos bárbaros

Companhia das Letras

À espera dos bárbaros

J. M. Coetzee

R$ 69,90

Diário de um ano ruim

Companhia das Letras

Diário de um ano ruim

J. M. Coetzee

R$ 79,90

Homem lento

Companhia das Letras

Homem lento

J. M. Coetzee

R$ 62,90

Indisponível
A infância de Jesus

Companhia das Letras

A infância de Jesus

J. M. Coetzee

R$ 79,90

A vida escolar de Jesus

Companhia das Letras

A vida escolar de Jesus

J. M. Coetzee

R$ 79,90

Infância

Companhia de Bolso

Infância

J. M. Coetzee

R$ 49,90

Indisponível

Ficha Técnica

Título original: Elizabeth costello Páginas: 256 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.325 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 05/04/2004
ISBN: 978-85-3590-482-6 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

A romancista australiana Elizabeth Costello protagoniza oito conferências sobre a literatura, a morte e a relação entre homens e deuses. Com uma escrita reflexiva, que embaralha os limites entre autor e personagem, Coetzee constrói a biografia de uma mulher - mãe, irmã, amante, escritora - num romance situado entre a ficção e o ensaio.

A consagrada romancista australiana Elizabeth Costello, personagem criada por J. M. Coetzee, já havia protagonizado A vida dos animais, livro em que profere duas conferências sobre a crueldade com que são tratados os animais no mundo contemporâneo. Neste Elizabeth Costello, que inclui parte de A vida dos animais, a escritora retorna a conferências literárias provocativas e inspiradoras.
No primeiro texto do livro, "Realismo", a romancista vai até os Estados Unidos receber um prêmio pelo conjunto de sua obra. Em seu discurso de agradecimento, Costello volta a se referir ao conto de Kafka que usara para argumentar contra a violência dispensada aos animais.
Costello protagonizará também capítulos que discutem o futuro do romance ("O romance na África"), a vida após a morte ("No portão"), os limites da literatura para tratar de temas extremos, tais como a consciência dos homens de Hitler ("O problema do mal"), e as implicações eróticas e psicológicas das relações entre homens e deuses ("Eros"), num texto em que evoca mitos gregos e a consubstanciação entre o Espírito Santo e Maria.
Com a prosa clara e exata de Coetzee, Elizabeth Costello é a biografia de uma mulher: mãe, irmã, amante, escritora. Ocupando um espaço entre a ficção e o ensaio, é também uma profunda e perturbadora meditação sobre a natureza do romance.

Sobre o autor

Prêmios