Home | Livros | Companhia das Letras | A HISTÓRIA DO AMOR
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

A HISTÓRIA DO AMOR

Nicole Krauss
Tradução: Paulo Schiller

Apresentação

Um jovem judeu polonês escreve um livro sobre o amor e a existência, mas é obrigado a deixá-lo para trás, junto com a paixão que o inspirou, quando a Polônia é tomada pelos nazistas. Décadas depois, o livro perdido reaparece para unir personagens marcados pela dor e pelo desencanto e reforçar o poder regenerador da literatura.

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

A memória de nossas memórias

Nicole Krauss

R$ 72,90

Companhia das Letras

Floresta escura – Romance

Nicole Krauss

R$ 67,90

Companhia das Letras

O amor de uma boa mulher

Alice Munro

R$ 69,90

Indisponível

Companhia das Letras

Diante da dor dos outros

Susan Sontag

R$ 54,90

Indisponível

Companhia das Letras

Meu nome é Lucy Barton

Elizabeth Strout

R$ 57,90

Companhia das Letras

Vida querida

Alice Munro

R$ 57,90

Indisponível

Companhia das Letras

A mãe de todas as perguntas

Rebecca Solnit

R$ 47,90

Companhia das Letras

Felicidade demais

Alice Munro

R$ 69,90

Indisponível

Companhia das Letras

Sobre fotografia

Susan Sontag

R$ 72,90

Indisponível

Companhia das Letras

Os detetives selvagens

Roberto Bolaño

R$ 87,90

Ficha Técnica

Título original: The history of love Páginas: 320 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.398 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 23/03/2006
ISBN: 978-85-3590-793-3 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Um jovem judeu polonês escreve um livro sobre o amor e a existência, mas é obrigado a deixá-lo para trás, junto com a paixão que o inspirou, quando a Polônia é tomada pelos nazistas. Décadas depois, o livro perdido reaparece para unir personagens marcados pela dor e pelo desencanto e reforçar o poder regenerador da literatura.

Neste romance elogiado pela crítica americana, um jovem judeu polonês escreve um livro sobre o amor e a existência, mas é obrigado a deixá-lo para trás, junto com a paixão que o inspirou, quando a Polônia é tomada pelos nazistas. Décadas depois, o livro reaparece para unir personagens muito diferentes: Leo Gursky, um imigrante em Nova York; Litvinoff, um professor no Chile; Alma Singer, a filha de uma tradutora literária; Isaac Moritz, escritor americano.
Em diferentes vozes, cada uma com seu ritmo e sintaxe, A história do amor gira entre ritos de iniciação e ocaso. Leo Gursky faz da amizade com outro exilado uma defesa contra a solidão. Alma Singer tem as primeiras experiências afetivas "adultas". Isaac Moritz busca um reencontro com suas origens pouco antes de morrer. O pequeno irmão de Alma começa a descobrir os limites de sua imaginação delirante.
"No início", explica Nicole, "o livro era basicamente sobre a própria escrita. [...] A idéia de que existisse uma única cópia de um livro que ninguém leu, e que essa cópia ligasse e mudasse todos esses destinos". Mas, aos poucos, tornou-se uma "ode à sobrevivência". Nas palavras do manuscrito desaparecido, que retorna para unir os fragmentos da trama num mesmo desfecho, está a defesa contra a devastação trazida pelo tempo e pela sorte; e contra a esterilidade, definida por um dos personagens, de "viver num mundo não descrito".

"Profundo e rigoroso, repleto de personagens inesquecíveis e muito suspense." New York Magazine Book Review

Sobre o autor