CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

YUXIN

Ana Miranda

R$ 77,90

/ À vista

Apresentação

Ambientado em plena floresta amazônica, o livro cria uma linguagem para investigar o que compõe o pensamento de uma indiazinha brasileira. Um romance da biodiversidade, ousado e revelador. Acompanha cd com leituras e músicas de Marlui Miranda.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Yuxin

Ana Miranda

R$ 77,90

Companhia das Letras

Mitologia dos orixás

Reginaldo Prandi

R$ 94,90

Companhia das Letras

Ideias para adiar o fim do mundo (Nova edição)

Ailton Krenak

R$ 34,32

Preço total de

R$ 207,12

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Dias e dias

Ana Miranda

R$ 62,90

Indisponível

Companhia das Letras

Boca do inferno (Nova edição)

Ana Miranda

R$ 72,90

Companhia das Letras

Desmundo

Ana Miranda

R$ 59,90

Indisponível

Companhia das Letras

A flecha de Deus

Chinua Achebe

R$ 82,90

Indisponível

Companhia das Letras

Jakob Von Gunten

Robert Walser

R$ 64,90

Indisponível

Companhia das Letras

O retrato do rei

Ana Miranda

R$ 72,90

Indisponível

Companhia das Letras

A última quimera

Ana Miranda

R$ 54,90

Companhia das Letras

Clarice

Ana Miranda

R$ 47,90

Indisponível

Companhia das Letras

Ideias para adiar o fim do mundo (Nova edição)

Ailton Krenak

R$ 34,32

Ficha Técnica

Título original: Yuxin Páginas: 344 Formato: 13.70 X 20.80 cm Peso: 0.44 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 17/07/2009
ISBN: 978-85-3591-405-4 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Ambientado em plena floresta amazônica, o livro cria uma linguagem para investigar o que compõe o pensamento de uma indiazinha brasileira. Um romance da biodiversidade, ousado e revelador. Acompanha cd com leituras e músicas de Marlui Miranda.

Em Yuxin, Ana Miranda inventa o mundo possível de uma jovem índia - uma "outra" brasileira. A pergunta inicial da autora é: como pensa essa moça?, para logo indagar-se o que pensa essa moça?
A ação do livro decorre em 1919, no interior das matas densas do Acre. Ao mesmo tempo em que experimenta os conflitos de seu próprio cotidiano, a protagonista vive na fronteira de um mundo externo assustador, que assedia sua cultura com padres catequizadores e brancos interessados nos ganhos que podem ser obtidos com a exploração da floresta - de que fazem parte, como elemento natural, os índios com sua cultura.
Ao falar da indiazinha Yuxin, Ana Miranda fala também de yuxin - substantivo de sentido complexo que se pode traduzir como "alma". Por meio da linguagem-alma da indiazinha, a escritora fala da alma da floresta, cheia dos ecos das vozes dos bichos e dos rumores da natureza.
Em suas obras, Ana Miranda costuma buscar a linguagem mais íntima de seu personagem para utilizá-la como material de construção da prosa daquela obra específica. Caberá a esse personagem a função de desvendar o mundo em que vive e os fatos que lhe sucedem. E é essa linguagem colada à identidade do personagem que revelará o sentido do que se passa no romance. Assim foi em Amrik, Desmundo, Noturnos...
Com sua literatura inovadora, Ana Miranda é uma das principais escritoras brasileiras contemporâneas.

A compositora, pesquisadora e intérprete Marlui Miranda traduziu Yuxin em música em seu cd YUXIN, Alma, composto e produzido especialmente para acompanhar o livro.

Sobre o autor