Home | Livros | Companhia de Bolso | A ASCENSÃO DO ROMANCE
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

A ASCENSÃO DO ROMANCE

Ian Watt
Tradução: Hildegard Feist

Apresentação

Estudo clássico sobre as origens do mais popular dos gêneros literários. Watt encontra as razões dessa popularidade na ascensão da classe média, no individualismo econômico, na secularização da sociedade e nas mudanças ocorridas no público leitor.

Você pode gostar também de

Companhia de Bolso

O campo e a cidade

Raymond Williams

R$ 64,90

Indisponível

Companhia de Bolso

Oriente, Ocidente

Salman Rushdie

R$ 49,90

Companhia de Bolso

Desenvolvimento como liberdade

Amartya Sen

R$ 64,90

Companhia de Bolso

Os andarilhos do bem

Carlo Ginzburg

R$ 54,90

Companhia de Bolso

Por que ler os clássicos

Italo Calvino

R$ 54,90

Companhia de Bolso

O barão nas árvores

Italo Calvino

R$ 54,90

Companhia de Bolso

Jean-Jacques Rousseau

Jean Starobinski

R$ 69,90

Companhia de Bolso

O visconde partido ao meio

Italo Calvino

R$ 44,90

Companhia de Bolso

A consciência das palavras

Elias Canetti

R$ 59,90

Companhia de Bolso

O beijo de Lamourette

Robert Darnton

R$ 59,90

Indisponível

Companhia de Bolso

Abaixo as verdades sagradas

Harold Bloom

R$ 54,90

Ficha Técnica

Título original: The rise of the novel (pocket) Páginas: 352 Formato: 12.50 X 18.00 cm Peso: 0.288 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 18/10/2010
ISBN: 978-85-3591-750-5 Selo: Companhia de Bolso Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Estudo clássico sobre as origens do mais popular dos gêneros literários. Watt encontra as razões dessa popularidade na ascensão da classe média, no individualismo econômico, na secularização da sociedade e nas mudanças ocorridas no público leitor.

Este é, com razão, considerado um livro clássico sobre o romance - sobre as origens e sedimentação do mais popular dos gêneros literários na Inglaterra da primeira metade do século XVIII.
As razões dessa popularidade, assim como do realismo inerente ao gênero, são buscadas por Ian Watt na ascensão da classe média, no individualismo econômico, nas filosofias inovadoras de Descartes e Locke, na secularização da sociedade e nas mudanças ocorridas tanto no público leitor quanto no papel social da mulher.

Sobre o autor