Home | Livros | Companhia de Bolso | O BEIJO DE LAMOURETTE
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

O BEIJO DE LAMOURETTE

Robert Darnton
Tradução: Denise Bottmann

Apresentação

Em quinze ensaios que tratam da história, dos meios de comunicação e da história dos meios de comunicação, Darnton mostra como o passado opera subterraneamente no presente, alicerçando ou por vezes solapando nossa própria inserção no mundo.

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

O diabo na água benta

Robert Darnton

R$ 129,90

Companhia das Letras

Boemia literária e revolução

Robert Darnton

R$ 54,90

Indisponível

Companhia das Letras

Os best-sellers proibidos da França pré-revolucionária

Robert Darnton

R$ 69,90

Indisponível

Companhia das Letras

Censores em ação

Robert Darnton

R$ 99,90

Companhia das Letras

A questão dos livros

Robert Darnton

R$ 59,90

Indisponível

Companhia de Bolso

Haroun e o mar de histórias

Salman Rushdie

R$ 49,90

Indisponível

Companhia das Letras

Edição e sedição

Robert Darnton

R$ 46,00

Indisponível

Companhia das Letras

Os dentes falsos de George Washington

Robert Darnton

R$ 59,90

Indisponível

Companhia de Bolso

Visões da liberdade

Sidney Chalhoub

R$ 59,90

Companhia das Letras

O iluminismo como negócio

Robert Darnton

R$ 94,90

Indisponível

Companhia de Bolso

História do medo no ocidente, 1300-1800

Jean Delumeau

R$ 69,90

Ficha Técnica

Título original: The kiss of lamourette - pocket Páginas: 400 Formato: 12.50 X 18.00 cm Peso: 0.328 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 21/07/2010
ISBN: 978-85-3591-708-6 Selo: Companhia de Bolso Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Em quinze ensaios que tratam da história, dos meios de comunicação e da história dos meios de comunicação, Darnton mostra como o passado opera subterraneamente no presente, alicerçando ou por vezes solapando nossa própria inserção no mundo.

Este é um livro que nos fala da história, dos meios de comunicação e da história dos meios de comunicação, mostrando a todo momento como o passado opera subterraneamente no presente, alicerçando e por vezes solapando nossa própria inserção no mundo. Nele transparece a análise límpida desse historiador mais interessado em desvendar a multiplicidade de sentidos e a polissemia dos significados do que em desenvolver teorias fechadas, interpretações acabadas e por isso mesmo impenetráveis - e ainda com a vantagem de se dirigir a um público pouco especializado.

Sobre o autor