Home | Livros | Companhia das Letras | POEMAS ESCOLHIDOS DE GREGÓRIO DE MATOS
CLIQUE PARA AMPLIAR

POEMAS ESCOLHIDOS DE GREGÓRIO DE MATOS

Gregório de Matos

R$ 69,90

/ À vista

Apresentação

Clássica coletânea de poemas de Gregório de Matos elaborada nos anos 1970 por José Miguel Wisnik, considerado nosso primeiro grande poeta e o maior nome da poesia barroca nas Américas portuguesa e espanhola, ganha nova edição revista pelo organizador. 

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Poemas escolhidos de Gregório de Matos

Gregório de Matos

R$ 69,90

Companhia de Bolso

Nove noites

Bernardo Carvalho

R$ 49,90

Penguin-Companhia

Quincas Borba

Machado de Assis

R$ 54,90

Preço total de

R$ 174,70

Adicionar ao carrinho
Por que escrever?

Companhia das Letras

Por que escrever?

Philip Roth

R$ 99,90

Outra página de cada vez

Paralela

Outra página de cada vez

Adam J. Kurtz

R$ 54,90

O urso rabugento

Brinque-Book

O urso rabugento

Nick Bland

R$ 54,90

Procura-se um namorado - Sucesso no TikTok

Paralela

Procura-se um namorado - Sucesso no TikTok

Alexis Hall

R$ 64,90

O ratinho, o morango vermelho maduro e o grande urso esfomeado

Brinque-Book

O ratinho, o morango vermelho maduro e o grande urso esfomeado

Audrey Wood

R$ 59,90

Qual é a cor do amor?

Brinque-Book

Qual é a cor do amor?

Linda Strachan

R$ 59,90

O homem que amava caixas

Brinque-Book

O homem que amava caixas

Stephen Michael King

R$ 59,90

Ficha Técnica

Título original: Poemas escolhidos de Gregório de Matos - vestibular Páginas: 360 Formato: 15.80 X 23.00 cm Peso: 0.504 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 04/04/2011
ISBN: 978-85-3591-858-8 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Clássica coletânea de poemas de Gregório de Matos elaborada nos anos 1970 por José Miguel Wisnik, considerado nosso primeiro grande poeta e o maior nome da poesia barroca nas Américas portuguesa e espanhola, ganha nova edição revista pelo organizador. 

Gregório de Matos é, historicamente, o primeiro grande poeta do Brasil. Sua obra, talvez a mais importante produzida pelo Barroco poético nas Américas portuguesa e espanhola, conserva ainda hoje grande parte de seu interesse, por força, sobretudo, da agudeza e do vigor com que o poeta soube fixar satiricamente, numa linguagem vivaz que já deixa transparecer o gênio local na exploração de sonoridades africanas e tupis e que, na sua mordacidade feroz, não recua nem diante da pornografia, a dissolução de costumes da Bahia do século XVIII. Nesta já clássica coletânea preparada por José Miguel Wisnik nos anos 1970, e agora revista pelo organizador, o leitor encontrará uma seleção dos melhores poemas de Gregório de Matos nas diversas modalidades que cultivou - a satírica, a encomiástica, a lírica amorosa e a religiosa -, de par com numerosas notas de esclarecimento do texto, um pequeno perfil biográfico do poeta e uma análise crítica de sua obra.

* Leitura obrigatória dos vestibulares da UPE, UFLA e Faculdade Cásper Líbero.

Sobre o autor