Home | Livros | Companhia das Letras | ALMOÇO NU
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

ALMOÇO NU

William S. Burroughs
Tradução: Daniel Pellizzari

R$ 79,90

/ À vista

Apresentação

Tida como a obra mais importante de Burroughs, Almoço nu é uma mistura de delírios sádicos, homossexuais e paranoicos induzidos pelas viagens de heroína.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Almoço nu

William S. Burroughs

R$ 79,90

Companhia das Letras

O arco-íris da gravidade

Thomas Pynchon

R$ 129,90

Companhia das Letras

Junky

William S. Burroughs

R$ 69,90

Preço total de

R$ 279,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

O arco-íris da gravidade

Thomas Pynchon

R$ 129,90

Companhia das Letras

Graça infinita

David Foster Wallace

R$ 169,90

Indisponível

Alfaguara

Vida e destino

Vassili Grossman

R$ 144,90

Alfaguara

Kafka à beira-mar

Haruki Murakami

R$ 119,90

Companhia das Letras

O quarto de Giovanni

James Baldwin

R$ 69,90

Companhia das Letras

O complexo de Portnoy

Philip Roth

R$ 79,90

Companhia das Letras

O amor dos homens avulsos

Victor Heringer

R$ 64,90

Companhia das Letras

História do olho

Georges Bataille

R$ 69,90

Indisponível

Ficha Técnica

Título original: Naked lunch Páginas: 368 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.437 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 19/04/2016
ISBN: 978-85-3592-707-8 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Tida como a obra mais importante de Burroughs, Almoço nu é uma mistura de delírios sádicos, homossexuais e paranoicos induzidos pelas viagens de heroína.

Lançado em Paris em 1959, Almoço nu logo se tornou um dos romances mais importantes do século XX. Influência determinante na relação entre arte e obscenidade, a obra redefiniu não apenas a literatura, mas a cultura americana como um todo. O protagonista é ojunkie William Lee, que faz uma viagem surreal e orgíaca pela devastada terra das drogas, da depravação, das tramas políticas e dos experimentos sádicos. Construído numa série de vinhetas, que até podem ser lidas fora de ordem, o livro se inspira nas experiências inusitadas do próprio Burroughs em lugares como México, Tânger e Estados Unidos, e no seu vício em heroína, morfina e outras drogas.

Sobre o autor