Home | Livros | Companhia das Letras | O LULISMO EM CRISE
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

O LULISMO EM CRISE

Um quebra-cabeça do período Dilma (2011-2016)

André Singer

R$ 72,90

/ À vista

Apresentação

O autor do conceito de lulismo apresenta uma poderosa interpretação do funcionamento do sistema político-partidário brasileiro, tomando como objeto de análise os anos Dilma

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

O lulismo em crise

André Singer

R$ 72,90

Companhia das Letras

Os sentidos do lulismo

André Singer

R$ 52,90

Companhia das Letras

Imobilismo em movimento

Marcos Nobre

R$ 57,90

Preço total de

R$ 183,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Os sentidos do lulismo

André Singer

R$ 52,90

Companhia das Letras

Presidencialismo de coalizão

Sérgio Abranches

R$ 82,90

Indisponível

Companhia das Letras

Dinheiro, eleições e poder

Bruno Carazza

R$ 82,90

Companhia das Letras

Ser republicano no Brasil colônia

Heloisa Murgel Starling

R$ 82,90

Objetiva

Mil dias de tormenta

Bernardo Mello Franco

R$ 74,90

Companhia das Letras

Dicionário da escravidão e liberdade

Lilia Moritz Schwarcz Flávio dos Santos Gomes

R$ 87,90

Companhia das Letras

Imobilismo em movimento

Marcos Nobre

R$ 57,90

Companhia das Letras

Brasil: uma biografia

Lilia Moritz Schwarcz Heloisa Murgel Starling

R$ 92,90

Indisponível

Companhia das Letras

O elogio do vira-lata e outros ensaios

Eduardo Giannetti

R$ 77,90

Companhia das Letras

Sobre o autoritarismo brasileiro

Lilia Moritz Schwarcz

R$ 64,90

Ficha Técnica

Título original: O lulismo em crise Páginas: 392 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 2.2 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 24/05/2018
ISBN: 978-85-3593-115-0 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

O autor do conceito de lulismo apresenta uma poderosa interpretação do funcionamento do sistema político-partidário brasileiro, tomando como objeto de análise os anos Dilma

Em O lulismo em crise, André Singer enfrenta o desafio de remontar o quebra-cabeça dos anos em que Dilma Rousseff foi presidente da república e apresenta uma interpretação original para o funcionamento do sistema político-partidário brasileiro.
Com prosa límpida e argumentação rigorosa, Singer explica por que o afastamento de duas vigas estruturantes do arranjo lulista – a relação com o capital financeiro e com o PMDB, o "partido do interior" – teve custo tão alto. Onças foram cutucadas com varas curtas, sem que tivesse havido mobilização de bases sociais que apoiassem a continuidade do lulismo, em sua nova versão, de reformismo forte. Em processo simultâneo, a Lava Jato acabou por galvanizar apoio de significativas frações da sociedade, tornando-se decisiva na propagação das ondas antilulistas que levariam ao impeachment.
Reconstruindo de maneira minuciosa o que chama de ensaio desenvolvimentista e ensaio republicano tentados por Dilma, o autor apresenta as razões pelas quais acabou vencedora a fórmula do senador Romero Jucá do "acordo nacional", "com o Supremo, com tudo" para derrubar a presidente.

Sobre o autor