Home | Livros | Companhia das Letras | O CRIME DA GALERIA DE CRISTAL
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

O CRIME DA GALERIA DE CRISTAL

E os dois crimes da mala -- São Paulo, 1908-1928

Boris Fausto

R$ 79,90

/ À vista

Apresentação

A partir de uma extensa pesquisa, o historiador Boris Fausto transporta o leitor à São Paulo do início do século XX e reconstitui três crimes que abalaram a sociedade da época.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

O crime da Galeria de Cristal

Boris Fausto

R$ 79,90

Companhia das Letras

O crime do restaurante chinês

Boris Fausto

R$ 74,90

Companhia das Letras

Trabalho urbano e conflito social

Boris Fausto

R$ 84,90

Preço total de

R$ 239,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

O crime do restaurante chinês

Boris Fausto

R$ 74,90

Indisponível

Companhia das Letras

O povo contra a democracia

Yascha Mounk

R$ 99,90

Companhia das Letras

A literatura nazista na América

Roberto Bolaño

R$ 69,90

Companhia das Letras

Trabalho urbano e conflito social

Boris Fausto

R$ 84,90

Companhia das Letras

Grande sertão: veredas

João Guimarães Rosa

R$ 104,90

Companhia das Letras

Negócios e ócios

Boris Fausto

R$ 74,90

Companhia das Letras

Sobre o autoritarismo brasileiro

Lilia Moritz Schwarcz

R$ 79,90

Companhia das Letrinhas

Reinações de Monteiro Lobato

Marisa Lajolo Lilia Moritz Schwarcz

R$ 64,90

Indisponível

Alfaguara

Carta à rainha louca

Maria Valéria Rezende

R$ 69,90

Companhia das Letras

Os meninos de Nápoles

Roberto Saviano

R$ 89,90

Ficha Técnica

Título original: Os crimes da belle époque paulistana Páginas: 272 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.357 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 28/03/2019
ISBN: 978-85-3593-201-0 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

A partir de uma extensa pesquisa, o historiador Boris Fausto transporta o leitor à São Paulo do início do século XX e reconstitui três crimes que abalaram a sociedade da época.

Um homem é assassinado num quarto de um hotel do centro da cidade. Um cadáver é encontrado numa mala quando um passageiro do navio tentava jogá-la ao mar. Um corpo de uma mulher é descoberto ao se içarem as bagagens de uma embarcação.

Neste livro, Boris Fausto reconstitui três crimes que abalaram a São Paulo do início do século XX, transportando o leitor a uma cidade que fervilhava com a modernização e a chegada de imigrantes -- e se tornava palco de incidentes curiosos que alimentavam tanto as manchetes dos jornais quanto o imaginário da população. A partir de pesquisas em documentos da época, o historiador compõe uma narrativa envolvente, que se entrelaça a uma arguta reflexão sobre a repercussão dos episódios na imprensa, os julgamentos morais e as questões de gênero.



"O crime da Galeria de Cristal não é descrição histórica, nem jornalismo literário, tampouco romance de não ficção. É a exposição objetiva (ora distanciada, ora irônica, sempre brilhante) de terríveis e inexplicáveis paixões, que preferimos esconder numa mala." -- Tony Bellotto

Sobre o autor