Home | Livros | Objetiva | RECURSO FINAL
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

RECURSO FINAL

A investigação da Polícia Federal que levou ao suicídio de um reitor em Santa Catarina

Paulo Markun

R$ 89,90

/ À vista

Apresentação

Uma reportagem minuciosa e consistente sobre as circunstâncias da trágica morte de Luiz Carlos Cancellier de Olivo, então reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, arrolado por uma operação da Polícia Federal como integrante de um esquema de desvios de verbas.

Frequentemente comprados juntos

Objetiva

Recurso final

Paulo Markun

R$ 89,90

Companhia das Letras

Irmãos

Gabriel Feltran

R$ 69,90

Companhia das Letras

Revoltas escravas no Brasil

João José Reis (Org.) e Flávio dos Santos Gomes (Org.)

R$ 114,90

Preço total de

R$ 274,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Vida, morte e outros detalhes

Boris Fausto

R$ 69,90

Zahar

O espírito militar

Celso Castro

R$ 79,90

Objetiva

A vida nunca mais será a mesma

Adriana Negreiros

R$ 69,90

Portfolio-Penguin

Erros do passado, soluções para o futuro

Affonso Celso Pastore

R$ 89,90

Companhia das Letras

Vida desinteressante

Victor Heringer

R$ 74,90

Companhia das Letras

Banzeiro òkòtó

Eliane Brum

R$ 84,90

Ficha Técnica

Páginas: 304 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.373 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 30/09/2021
ISBN: 978-85-4700-135-3 Selo: Objetiva Capa: Alceu Chiesorin Nunes Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Uma reportagem minuciosa e consistente sobre as circunstâncias da trágica morte de Luiz Carlos Cancellier de Olivo, então reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, arrolado por uma operação da Polícia Federal como integrante de um esquema de desvios de verbas.

No início da manhã do dia 2 de outubro de 2017, o reitor da Universidade Federal de Santa Catarina subiu ao sétimo andar do Shopping Beiramar, em Florianópolis, e saltou no vão livre. Luiz Carlos Cancellier de Olivo -- o Cau -- havia assumido o posto de reitor pouco mais de um ano antes e foi um dos investigados na Operação Ouvidos Moucos, da Polícia Federal, num suposto desvio de verbas universitárias focado no sistema de ensino à distância. Envolvido em acusações anteriores ao seu mandato, humilhado publicamente com uma prisão espetaculosa e afastado da universidade por decisão judicial, Cau não resistiu.
Para entender os meandros dessa operação, o jornalista Paulo Markun mergulhou em mais de vinte mil páginas de documentos oficiais, além do vasto noticiário sobre o episódio, e entrevistou parentes, amigos, autoridades, professores, servidores e estudantes da UFSC. Em mente, sempre a pergunta: afinal, a lei é para todos?

Sobre o autor