Home | Livros | Penguin-Companhia | O DIABO NO CORPO
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

O DIABO NO CORPO

Raymond Radiguet
Tradução: Paulo César de Souza

R$ 39,90

/ À vista

Apresentação

Uma história de amor ao mesmo tempo bela e cruel, escrita por um talento precoce, que causou sensação quando foi publicada na Paris do início dos anos 1920.

Frequentemente comprados juntos

Penguin-Companhia

O diabo no corpo

Raymond Radiguet

R$ 39,90

Penguin-Companhia

Uma aventura parisiense e outros contos de amor

Guy de Maupassant

R$ 39,90

Penguin-Companhia

Noites brancas

Fiódor Dostoiévski

R$ 44,90

Preço total de

R$ 124,70

Adicionar ao carrinho
Uma aventura parisiense e outros contos de amor

Penguin-Companhia

Uma aventura parisiense e outros contos de amor

Guy de Maupassant

R$ 39,90

Indisponível
Os mortos

Penguin-Companhia

Os mortos

James Joyce

R$ 39,90

Indisponível
A mulher de trinta anos

Penguin-Companhia

A mulher de trinta anos

Honoré de Balzac

R$ 49,90

A época da inocência

Penguin-Companhia

A época da inocência

Edith Wharton

R$ 54,90

Em louvor da sombra

Penguin-Companhia

Em louvor da sombra

Junichiro Tanizaki

R$ 44,90

Contos de Odessa

Penguin-Companhia

Contos de Odessa

Isaac Bábel

R$ 49,90

Ficha Técnica

Título original: Le diable au corps Páginas: 136 Formato: 13.00 X 20.00 cm Peso: 0.139 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 03/05/2013
ISBN: 978-85-6356-068-1 Selo: Penguin-Companhia Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Uma história de amor ao mesmo tempo bela e cruel, escrita por um talento precoce, que causou sensação quando foi publicada na Paris do início dos anos 1920.

Em meio ao sofrimento das trincheiras da Primeira Guerra Mundial, a jovem esposa de um soldado em batalha inicia um caso com um adolescente de dezesseis anos, o narrador deste O diabo no corpo. O envolvimento entre os dois vai se tornando mais sério. Ela engravida. O falatório começa a se espalhar pela vizinhança. O cerco se fecha sobre os amantes. Um final trágico se anuncia.
Quando publicado pela primeira vez, em 1923, o livro de estreia de Raymond Radiguet causou sensação nos círculos letrados de Paris - em parte por se tratar da produção de um prodígio, escrita quando seu autor tinha dezessete anos, e por ser considerada uma obra-prima por um autor do quilate de Jean Cocteau. Acrescentando ao clima geral de expectativa em torno do livro antes ainda de seu lançamento, tratava-se de uma história de inspiração autobiográfica - o jovem escritor havia se envolvido em um escandaloso caso de amor com uma professora na adolescência. Apesar da estreia promissora, O diabo no corpo acabou sendo o único sucesso que Radiguet conheceu em vida.
O autor faleceu poucos meses depois, de febre tifoide, aos vinte anos de idade.

Sobre o autor