Home | Livros | Companhia das Letrinhas | O CIPÓ BRANCO
CLIQUE PARA AMPLIAR

O CIPÓ BRANCO

Autor/Ilustrador: Florence Breton

Apresentação

Com ilustrações belíssimas, Florence Breton conta a aventura de um tamanduá que vive na floresta amazônica e que decide subir numa árvore, curioso ao encontrar um cipó bem branco. Ao final, ela dá lições sobre a fauna e a flora da região.

Queria ser alta como um tuiuiú

Companhia das Letrinhas

Queria ser alta como um tuiuiú

Florence Breton

R$ 59,90

Meninos do mangue

Companhia das Letrinhas

Meninos do mangue

Roger Mello

R$ 59,90

Indisponível
Lig e o gato de rabo complicado

Companhia das Letrinhas

Lig e o gato de rabo complicado

Ana Miranda

R$ 59,90

Cantisapos, histocarés e cirandefantes

Companhia das Letrinhas

Cantisapos, histocarés e cirandefantes

Sinval Medina

R$ 69,90

Viagem pelo Brasil em 52 histórias

Companhia das Letrinhas

Viagem pelo Brasil em 52 histórias

Silvana Salerno

R$ 79,90

Malala, a menina que queria ir para a escola

Companhia das Letrinhas

Malala, a menina que queria ir para a escola

Adriana Carranca

R$ 54,90

Qual é o seu norte?

Companhia das Letrinhas

Qual é o seu norte?

Silvana Salerno

R$ 64,90

As aventuras de Glauber e Hilda

Companhia das Letrinhas

As aventuras de Glauber e Hilda

Índigo

R$ 64,90

Futebol!

Companhia das Letrinhas

Futebol!

Lalau

R$ 44,90

Indisponível
Nas águas do rio Negro

Companhia das Letrinhas

Nas águas do rio Negro

Drauzio Varella

R$ 64,90

Ficha Técnica

Título original: O cipó branco Páginas: 64 Formato: 21.00 X 28.00 cm Peso: 0.256 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 25/04/2006
ISBN: 978-85-7406-256-3 Selo: Companhia das Letrinhas Ilustração: Florence Breton

SOBRE O LIVRO

Com ilustrações belíssimas, Florence Breton conta a aventura de um tamanduá que vive na floresta amazônica e que decide subir numa árvore, curioso ao encontrar um cipó bem branco. Ao final, ela dá lições sobre a fauna e a flora da região.

O tamanduá Neniq vive na Amazônia, num galho baixinho de uma árvore enorme. Ele é bastante medroso: gosta de ficar sonhando na cama, protegido dos barulhos da floresta. Mas um dia, Neniq repara em um cipó bem branco que balança acima da cabeça dele e fica curioso. Decidido a mostrar para os outros bichos que não tem medo, ele resolve seguir o cipó para ver o que há no fim.
Começa uma longa jornada. Neniq sobe cada vez mais e conhece "camadas" novas da floresta. A luz vai aumentando com a altura, e os animais também são diferentes. Nenhum deles entende o que Neniq está fazendo ali, no meio da árvore. Alguns falam do perigo que pode existir no final, outros acham que não vale a pena subir, pois não vai haver nada de diferente.
Mas eles não conseguem desanimar Neniq, que sempre resolve seguir em frente. Quando o tamanduá já está bem no alto, o vento sacode a árvore inteira. Neniq se desequilibra, mas consegue se agarrar no cipó branco a tempo. Ele tem a impressão de estar voando no céu, quando então percebe que o cipó termina em uma grande pipa. E ele está feliz: voar é muito mais gostoso do que sonhar na cama.
A aventura de Neniq acaba aqui, mas Florence Breton continua: em uma segunda parte do livro, ensina sobre os bichos e plantas que aparecem na história e explica questões como a briga pela luz, a organização das diferentes camadas e a camuflagem. Ainda sugere como fazer um passeio diferente pela mata e propõe um jogo, chamado "O rei da floresta".

Sobre o autor