Home | Livros | Alfaguara | AINDA ESTOU AQUI
CLIQUE PARA AMPLIAR

AINDA ESTOU AQUI

Marcelo Rubens Paiva

R$ 79,90

/ À vista

Apresentação

Marcelo Rubens Paiva traça uma história dramática da luta de sua família pela verdade.

Frequentemente comprados juntos

Alfaguara

Ainda estou aqui

Marcelo Rubens Paiva

R$ 79,90

Alfaguara

Marrom e Amarelo

Paulo Scott

R$ 64,90

Alfaguara

Feliz ano velho

Marcelo Rubens Paiva

R$ 74,90

Preço total de

R$ 219,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Alfaguara

Feliz ano velho

Marcelo Rubens Paiva

R$ 74,90

Alfaguara

Marrom e Amarelo

Paulo Scott

R$ 64,90

Companhia das Letras

O avesso da pele - Vencedor Jabuti 2021

Jeferson Tenório

R$ 63,67

Objetiva

A segunda vez que te conheci

Marcelo Rubens Paiva

R$ 74,90

Companhia das Letras

Pequena coreografia do adeus

Aline Bei

R$ 58,41

Companhia das Letras

A noite da espera

Milton Hatoum

R$ 69,90

Objetiva

Malu de bicicleta

Marcelo Rubens Paiva

R$ 79,90

Alfaguara

Do começo ao fim

Marcelo Rubens Paiva

R$ 55,17

Alfaguara

O orangotango marxista

Marcelo Rubens Paiva

R$ 59,90

Ficha Técnica

Páginas: 296 Formato: 15.00 X 23.40 cm Peso: 0.446 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 04/08/2015
ISBN: 978-85-7962-416-2 Selo: Alfaguara Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Marcelo Rubens Paiva traça uma história dramática da luta de sua família pela verdade.

Eunice Paiva é uma mulher de muitas vidas. Casada com o deputado Rubens Paiva, esteve ao seu lado quando foi cassado e exilado, em 1964. Mãe de cinco filhos, passou a criá-los sozinha quando, em 1971, o marido foi preso por agentes da ditadura, a seguir torturado e morto. Em meio à dor, ela se reinventou. Voltou a estudar, tornou-se advogada, defensora dos direitos indígenas. Nunca chorou na frente das câmeras. Ao falar de Eunice, e de sua última luta, desta vez contra o Alzheimer, Marcelo Rubens Paiva fala também da memória, da infância e do filho. E mergulha num momento obscuro da história recente brasileira para contar - e tentar entender - o que de fato ocorreu com Rubens Paiva, seu pai, naquele janeiro de 1971.

Sobre o autor