Home | Livros | Companhia das Letrinhas | MENINO DO RIO DOCE
CLIQUE PARA AMPLIAR

R$ 59,90

/ À vista

Apresentação

Era uma vez uma moça chamada Antônia, que saudava o nascimento de cada filho bordando nos panos da casa uma multidão de joaninhas, passarinhos e jasmins.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letrinhas

Menino do rio doce

Ziraldo

R$ 59,90

Companhia das Letrinhas

Vou ali e volto já

Sávia Dumont

R$ 54,90

Pequena Zahar

A raiva

José Carlos Lollo e Blandina Franco

R$ 69,90

Preço total de

R$ 184,70

Adicionar ao carrinho
Malala, a menina que queria ir para a escola

Companhia das Letrinhas

Malala, a menina que queria ir para a escola

Adriana Carranca

R$ 54,90

A história da Terra 100 palavras

Companhia das Letrinhas

A história da Terra 100 palavras

Gilles Eduar Maria Guimarães

R$ 79,90

Meninos do mangue

Companhia das Letrinhas

Meninos do mangue

Roger Mello

R$ 59,90

Indisponível
Nas águas do rio Negro

Companhia das Letrinhas

Nas águas do rio Negro

Drauzio Varella

R$ 64,90

Histórias à brasileira, vol. 1

Companhia das Letrinhas

Histórias à brasileira, vol. 1

Ana Maria Machado

R$ 63,67

Pequeno manual de peixes marinhos e outras maravilhas aquáticas

Companhia das Letrinhas

Pequeno manual de peixes marinhos e outras maravilhas aquáticas

Beatriz Chachamovits

R$ 69,90

Viagem pelo Brasil em 52 histórias

Companhia das Letrinhas

Viagem pelo Brasil em 52 histórias

Silvana Salerno

R$ 79,90

Ficha Técnica

Título original: Menino do rio doce Páginas: 32 Formato: 20.00 X 26.00 cm Peso: 0.15 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 18/12/1996
ISBN: 978-85-8546-669-5 Selo: Companhia das Letrinhas Ilustração: Ângela Dumont, Antônia Diniz Dumont, Marilu Dumont, Martha Dumont, Sávia Dumont e Demóstenes

SOBRE O LIVRO

Era uma vez uma moça chamada Antônia, que saudava o nascimento de cada filho bordando nos panos da casa uma multidão de joaninhas, passarinhos e jasmins.

Numa linguagem que é poesia e prosa ao mesmo tempo, Ziraldo conta a vida de dois personagens - um menino e um rio: "O menino tinha certeza de que havia nascido no dia em que viu o rio. Na sua memória, não havia nada antes daquele dia. O menino amou o rio pois acreditou que o rio também havia nascido no dia em que ele o viu". Prêmio Ofélia Fontes "O Melhor para Criança", Prêmio "O Melhor Projeto Editorial" e Prêmio Revelação Ilustrador pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil - FNLIJ 1996

Sobre o autor

Prêmios