Home | Livros | Quadrinhos na Cia | PAGAR A TERRA
CLIQUE PARA AMPLIAR

PAGAR A TERRA

Joe Sacco
Tradução: André Czarnobai

R$ 119,90

/ À vista
ou em até 2x no crédito de R$ 59,95

Apresentação

Do mesmo autor de Notas sobre Gaza e Palestina. Uma impactante investigação sobre os povos originários da América, a exploração de recursos naturais e a dívida de todos nós com a terra. Eleito o livro do ano em 2020 pelo Guardian e pelo New York Times.

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Golpe de misericórdia

Dennis Lehane

R$ 99,90

Companhia das Letras

Noites de peste

Orhan Pamuk

R$ 169,90

Alfaguara

O comprometido

Viet Thanh Nguyen

R$ 119,90

Zahar

O homem não existe

Ligia Gonçalves Diniz

R$ 89,90

Alfaguara

O Fim do Mundo e o impiedoso País das Maravilhas

Haruki Murakami

R$ 109,90

Companhia das Letras

Uma hora de fervor

Muriel Barbery

R$ 64,90

Companhia das Letras

A história dos judeus, vol. 2

Simon Schama

R$ 189,90

Companhia das Letras

Literatura infantil

Alejandro Zambra

R$ 69,90

Companhia das Letras

Sonhos tropicais (Nova edição)

Moacyr Scliar

R$ 89,90

Penguin-Companhia

Zona e outros poemas

Guillaume Apollinaire

R$ 109,90

Ficha Técnica

Título original: Paying The Land Páginas: 272 Formato: 18.80 X 27.00 cm Peso: 0.855 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 14/05/2024
ISBN: 978-65-8495-339-0 Selo: Quadrinhos na Cia Ilustração: Joe Sacco

SOBRE O LIVRO

Do mesmo autor de Notas sobre Gaza e Palestina. Uma impactante investigação sobre os povos originários da América, a exploração de recursos naturais e a dívida de todos nós com a terra. Eleito o livro do ano em 2020 pelo Guardian e pelo New York Times.

Os Dene vivem no vasto vale do rio Mackenzie, no noroeste do Canadá, desde tempos imemoriais. A terra é o elemento central do seu modo de vida, e acreditam, como em muitas outras culturas nativas, que são eles que pertencem à terra e não o contrário.
Mas a região onde vivem abriga valiosos recursos minerais: petróleo, gás e diamantes. Com a mineração vieram empregos e investimentos, mas também a abertura de estradas, os resíduos tóxicos, a construção de oleodutos. Tudo isso afetou de modo brusco o lugar, e os costumes são a cada dia mais deformados por um governo que reivindica a posse da terra, por um sistema educacional que não leva em conta as tradições nativas, pelos estragos do alcoolismo e pela tragédia das dívidas bancárias que só crescem.
Da mais importante voz do jornalismo em quadrinhos, Pagar a terra coloca em foco uma galeria variada de personagens -- caçadores, chefes indígenas, ativistas, sacerdotes, entre outros --- para narrar uma história brutal sobre o poder do dinheiro, sua dependência, um povo em conflito com o dito progresso, a extinção de uma cultura e sua luta pela sobrevivência.

Sobre o autor