Home | Livros | Companhia das Letras | GENOCÍDIO
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

GENOCÍDIO

Samantha Power
Tradução: Laura Teixeira Motta

Apresentação

Genocídio mescla jornalismo e história para analisar a postura dos Estados Unidos diante dos principais genocídios do século XX. Em 2003, o livro rendeu a Samantha Power cinco prêmios, entre eles o Pulitzer de não-ficção, e figurou nas listas dos melhores livros do ano em diversas publicações.

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

O homem que queria salvar o mundo

Samantha Power

R$ 99,90

Companhia das Letras

A educação de uma idealista

Samantha Power

R$ 154,90

Companhia das Letras

A hidra de muitas cabeças

Peter Linebaugh Marcus Rediker

R$ 82,90

Indisponível

Companhia das Letras

Introdução à história da filosofia, vol. 2

Marilena Chaui

R$ 69,90

Indisponível

Suma

O aprendiz de assassino

Robin Hobb

R$ 82,90

Companhia das Letras

Globalização, democracia e terrorismo

Eric Hobsbawm

R$ 67,90

Companhia das Letras

Um céu mais perfeito

Dava Sobel

R$ 77,90

Companhia de Bolso

Gostaríamos de informá-lo de que amanhã seremos mortos com nossas famílias

Philip Gourevitch

R$ 49,90

Indisponível

Companhia das Letras

Mestres-de-armas

Cláudio Figueiredo

R$ 59,90

Indisponível

Ficha Técnica

Título original: A problem from hell Páginas: 696 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 0.92 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 28/10/2004
ISBN: 978-85-3590-557-1 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Genocídio mescla jornalismo e história para analisar a postura dos Estados Unidos diante dos principais genocídios do século XX. Em 2003, o livro rendeu a Samantha Power cinco prêmios, entre eles o Pulitzer de não-ficção, e figurou nas listas dos melhores livros do ano em diversas publicações.

Genocídio é uma pesquisa baseada em milhares de documentos secretos agora disponibilizados ao público pela Lei de Liberdade de Informação, em entrevistas com centenas de americanos que influenciaram a política externa dos Estados Unidos, em conversas com refugiados, testemunhas e repórteres, e em leis e tratados internacionais relacionados a crimes contra a humanidade.
O livro analisa as respostas dos EUA aos mais conhecidos casos de genocídio do século XX: o massacre de armênios pela Turquia durante a Primeira Guerra Mundial, o Holocausto, o terror de Pol Pot no Camboja nos anos 60, a campanha de extermínio dos curdos rurais no Iraque por Saddam Hussein nos anos 80, e, nos anos 90, a chacina de tutsis pelos hutus em Ruanda e as atrocidades dos sérvios nos Bálcãs. A história desses conflitos é contada da perspectiva das poucas figuras quixotescas que ousaram pressionar os EUA e a comunidade internacional para que tomassem providências contra os massacres.

"Nada menos do que uma obra-prima do jornalismo contemporâneo [...] Um livro brilhante, indignado, útil e absolutamente essencial." - The New Republic

"Um magnífico trabalho de reportagem que cresceu e se transformou em uma obra fundamental de política, moral e filosofia." - Observer

Sobre o autor

Prêmios