Home | Livros | Companhia das Letras | INTELIGÊNCIA NA GUERRA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

INTELIGÊNCIA NA GUERRA

John Keegan
Tradução: S. Duarte

Apresentação

O autor de Uma história da guerra analisa o papel que as informações sobre o inimigo - obtidas tanto por meio de espionagem como por novas invenções - desempenharam nos conflitos armados dos últimos duzentos anos.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Inteligência na guerra

John Keegan

R$ 99,90

Companhia de Bolso

Uma história da guerra

John Keegan

R$ 64,90

Companhia de Bolso

Uma história dos povos árabes

Albert Hourani

R$ 69,90

Preço total de

R$ 234,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia de Bolso

Uma história da guerra

John Keegan

R$ 64,90

Companhia de Bolso

Uma história dos povos árabes

Albert Hourani

R$ 69,90

Companhia das Letras

A feijoada que derrubou o governo

Joel Silveira

R$ 69,90

Indisponível

Companhia das Letras

Enterro celestial

Xinran

R$ 59,90

Quadrinhos na Cia

À sombra das torres ausentes

Art Spiegelman

R$ 144,90

Indisponível

Companhia das Letras

A invenção dos direitos humanos

Lynn Hunt

R$ 79,90

Penguin-Companhia

A desobediência civil

Henry David Thoreau

R$ 39,90

Companhia de Bolso

Cisnes selvagens

Jung Chang

R$ 79,90

Indisponível

Companhia das Letras

Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios

Marçal Aquino

R$ 74,90

Ficha Técnica

Título original: Intelligence in war Páginas: 472 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 0.72 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 26/01/2006
ISBN: 978-85-3590-755-1 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

O autor de Uma história da guerra analisa o papel que as informações sobre o inimigo - obtidas tanto por meio de espionagem como por novas invenções - desempenharam nos conflitos armados dos últimos duzentos anos.

Em Inteligência na guerra, o historiador militar John Keegan concentra sua atenção - e a do leitor - na arte e na ciência de trabalhar com a informação em circunstâncias conflitivas. Essa área, conhecida como "inteligência", abrange desde aspectos "românticos" - associados às atividades de espiões, agentes duplos e traidores - até dados técnicos como radiação eletromagnética, escuta de som, observação por satélite e detecção de vestígios nucleares.
Num relato acessível e interessante, Keegan revela episódios das guerras dos últimos séculos para ilustrar as complexidades inerentes às batalhas da inteligência. Examina, por exemplo, a Primeira Guerra (que trouxe o rádio e a rádio-escuta para o campo de batalha), a Segunda Guerra (caracterizada por extraordinário progresso técnico no campo militar e no da inteligência) e ações bélicas mais recentes, como a Guerra das Malvinas e a atual guerra contra o terrorismo.
O autor demonstra que a inteligência, essencial para vencer uma guerra, não é suficiente em si mesma: o domínio do uso da força e fatores como rapidez de decisão, firmeza de propósito e bravura continuam sendo decisivos.

Sobre o autor