Home | Livros | Companhia das Letras | DIÁRIO DA QUEDA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

DIÁRIO DA QUEDA

Michel Laub

R$ 59,90

/ À vista

Apresentação

Um homem no momento definitivo da vida reflete sobre a história de três gerações para responder a perguntas a um tempo banais e complexas, tanto para alguém que conhece as tragédias da humanidade quanto para uma criança: por que o mundo é deste jeito? E como um indivíduo se torna aquilo que é?

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Diário da queda

Michel Laub

R$ 59,90

Companhia das Letras

Solução de dois Estados

Michel Laub

R$ 64,90

Companhia das Letras

Amada

Toni Morrison

R$ 89,90

Preço total de

R$ 214,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Solução de dois Estados

Michel Laub

R$ 64,90

Companhia das Letras

O tribunal da quinta-feira

Michel Laub

R$ 59,90

Companhia das Letras

A maçã envenenada

Michel Laub

R$ 59,90

Indisponível

Companhia das Letras

O avesso da pele - Vencedor Jabuti 2021

Jeferson Tenório

R$ 74,90

Companhia das Letras

Enclausurado

Ian McEwan

R$ 69,90

Indisponível

Companhia das Letras

Dias perfeitos

Raphael Montes

R$ 69,90

Indisponível

Companhia das Letras

Olhai os lírios do campo

Erico Verissimo

R$ 69,90

Ficha Técnica

Título original: Diário da queda Páginas: 152 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.226 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 14/03/2011
ISBN: 978-85-3591-817-5 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Um homem no momento definitivo da vida reflete sobre a história de três gerações para responder a perguntas a um tempo banais e complexas, tanto para alguém que conhece as tragédias da humanidade quanto para uma criança: por que o mundo é deste jeito? E como um indivíduo se torna aquilo que é?

Um garoto de treze anos se machuca numa festa de aniversário. Quando adulto, um de seus colegas narra o episódio. A partir das motivações do que se revela mais que um acidente, cujas consequências se projetam em diversos fatos de sua vida nas décadas seguintes - a adolescência conturbada, uma mudança de cidade, um casamento em crise -, ele constrói uma reflexão corajosa sobre identidade, afeto e perda.
Dessa reflexão fazem parte também as trajetórias de seu pai, com quem o protagonista tem uma relação difícil, e de seu avô, sobrevivente de Auschwitz que passou anos escrevendo um diário secreto e bizarro. São três gerações, cuja história parece ser uma só; são lembranças que se juntam de maneira fragmentada, como numa lista em que os fatos carregam em si tanto inocência quanto brutalidade.
Numa prosa que oscila entre violência, lirismo e ironia, com pausas para uma neutralidade quase documental na descrição de cheiros, gostos, sons, fatos e sentimentos, Diário da queda - livro selecionado pela Bolsa Funarte de Criação Literária - é uma viagem inusitada pela memória de um homem no momento em que ele precisa fazer a escolha que mudará sua vida.

Leitura obrigatória do vestibular da UFRGS.

Sobre o autor

Vídeo