Home | Livros | Companhia das Letras | SOLUÇÃO DE DOIS ESTADOS
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

SOLUÇÃO DE DOIS ESTADOS

Michel Laub

R$ 57,90

/ À vista

Apresentação

Do premiado autor Michel Laub, um romance sobre ódio, perdão e os modos como nossa intimidade é definida pela política e pela barbárie do nosso tempo.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Solução de dois Estados

Michel Laub

R$ 57,90

Companhia das Letras

O avesso da pele - Vencedor Jabuti 2021

Jeferson Tenório

R$ 72,90

Companhia das Letras

As sobras de ontem

Marcelo Vicintin

R$ 67,90

Preço total de

R$ 198,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

O avesso da pele - Vencedor Jabuti 2021

Jeferson Tenório

R$ 72,90

Companhia das Letras

Diário da queda

Michel Laub

R$ 54,90

Companhia das Letras

O que ela sussurra

Noemi Jaffe

R$ 57,90

Companhia das Letras

Garota, mulher, outras

Bernardine Evaristo

R$ 87,90

Companhia das Letras

O tribunal da quinta-feira

Michel Laub

R$ 49,90

Alfaguara

Marrom e Amarelo

Paulo Scott

R$ 57,90

Companhia das Letras

O quarto de Giovanni

James Baldwin

R$ 59,90

Companhia das Letras

Pequena coreografia do adeus

Aline Bei

R$ 62,90

Companhia das Letras

O último gozo do mundo

Bernardo Carvalho

R$ 57,90

Ficha Técnica

Páginas: 248 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.307 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 09/10/2020
ISBN: 978-85-3593-379-6 Selo: Companhia das Letras Capa: Raul Loureiro Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Do premiado autor Michel Laub, um romance sobre ódio, perdão e os modos como nossa intimidade é definida pela política e pela barbárie do nosso tempo.

Uma cineasta alemã marcada por um trauma prepara um documentário sobre a violência brasileira. Os principais entrevistados são dois irmãos: Raquel, artista de cento e trinta quilos cujo trabalho se baseia em episódios que a levaram a detestar o próprio corpo, e Alexandre, empresário que atua no ramo fitness na periferia de São Paulo. Ambos foram escolhidos por causa da repercussão mundial de uma agressão que Raquel sofreu, no início de 2018, durante um debate sobre arte e política num hotel da capital paulista.
Diante das câmeras, os segredos dessa história íntima que envolve bullying de adolescência, uma disputa por herança e diferentes visões sobre temas como sexo, religião e responsabilidade individual são pontuados por flashes da história recente do país – do Plano Collor, que iniciou a ruína da família dos protagonistas, às vésperas de uma eleição que mobilizou o ódio de uma sociedade profundamente dividida. A ideia de conciliação, afinal, é inimiga ou aliada da barbárie em que nos metemos?

Sobre o autor