Home | Livros | Companhia das Letras | OS TRANSPARENTES
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

OS TRANSPARENTES

Ondjaki

Apresentação

Neste romance do escritor angolano Ondjaki, o leitor encontrará um retrato extraordinário dos dramas humanos que compõem a sociedade de Luanda. A cidade ganha um painel de histórias ficcionais enraizadas na vivência, no cotidiano e no talento narrativo do autor.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Os transparentes

Ondjaki

R$ 79,90

Companhia das Letras

Cartas para minha avó

Djamila Ribeiro

R$ 54,90

Companhia das Letras

Pequeno manual antirracista

Djamila Ribeiro

R$ 44,90

Preço total de

R$ 179,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Bom dia camaradas

Ondjaki

R$ 64,90

Seguinte

Avódezanove e o segredo do soviético

Ondjaki

R$ 59,90

Alfaguara

Um grão de trigo

Ngugi wa Thiong'o

R$ 79,90

Indisponível

Companhia das Letras

Mitologia dos orixás

Reginaldo Prandi

R$ 109,90

Companhia das Letras

Meio sol amarelo (Nova capa)

Chimamanda Ngozi Adichie

R$ 94,90

Companhia das Letrinhas

O voo do golfinho

Ondjaki

R$ 59,90

Companhia das Letrinhas

Ynari

Ondjaki

R$ 64,90

Indisponível

Companhia das Letras

O melhor tempo é o presente

Nadine Gordimer

R$ 109,90

Companhia das Letras

Pequeno manual antirracista

Djamila Ribeiro

R$ 44,90

Ficha Técnica

Título original: Os transparentes Páginas: 408 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.487 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 26/06/2013
ISBN: 978-85-3592-282-0 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Neste romance do escritor angolano Ondjaki, o leitor encontrará um retrato extraordinário dos dramas humanos que compõem a sociedade de Luanda. A cidade ganha um painel de histórias ficcionais enraizadas na vivência, no cotidiano e no talento narrativo do autor.

Os protagonistas de Os transparentes são pessoas simples, habitantes da cidade de Luanda que vivem e compartilham seus afetos e suas memórias. São personagens surpreendentes, ricos em complexidade humana, que desejam, choram, festejam, lutam e fantasiam.
Odonato, Xilisbaba, Amarelinha, AvóKunjikise e MariaComForça moram em um edifício no LargoDaMaianga, centro de Luanda.
Outras pessoas, como o VendedorDeConchas, o Cego e o Carteiro, passam eventualmente por ali. Eles contam suas histórias, relembram os tempos da guerra e fazem planos para o futuro.
Aparecem também personagens como autoridades, fiscais, jornalistas, pesquisadores, todos interessados nas riquezas naturais do país e enredados na experiência urbana de uma grande cidade africana. São histórias íntimas e coletivas, problemas individuais e familiares que traçam um painel de uma Angola cheia de contrastes, vivendo a transição muitas vezes difícil entre a cultura arraigada e a chegada do novo.
Neste romance o estilo do autor permanece inconfundível, tanto por seu humor franco conjugado à crítica inteligente como por sua habilidade narrativa que sempre leva o leitor a uma vigorosa aventura ficcional.