Home | Livros | Companhia das Letras | UMA LONGA QUEDA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

UMA LONGA QUEDA

Nick Hornby
Tradução: Christian Schwartz

R$ 54,90

/ À vista

Apresentação

Em um de seus romances mais sensíveis, Nick Hornby fala sobre as desventuras de quatro almas perdidas que irão se encontrar no momento em que decidem dar adeus à vida.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Uma longa queda

Nick Hornby

R$ 54,90

Companhia das Letras

Contos de amor do século XIX

Alberto Manguel (Org.)

R$ 77,90

Companhia das Letras

Alta fidelidade

Nick Hornby

R$ 62,90

Preço total de

R$ 195,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Alfaguara

O céu dos suicidas

Ricardo Lísias

R$ 57,90

Companhia das Letras

A elegância do ouriço

Muriel Barbery

R$ 72,90

Alfaguara

Norwegian Wood

Haruki Murakami

R$ 79,90

Seguinte

Por lugares incríveis

Jennifer Niven

R$ 38,43

Objetiva

Me diga quem eu sou

Helena Gayer

R$ 47,90

Companhia das Letras

A tinta da melancolia

Jean Starobinski

R$ 97,90

Companhia das Letras

Um crime da solidão

Andrew Solomon

R$ 49,90

Ficha Técnica

Título original: A long way down Páginas: 336 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.42 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 07/05/2014
ISBN: 978-85-3592-418-3 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Em um de seus romances mais sensíveis, Nick Hornby fala sobre as desventuras de quatro almas perdidas que irão se encontrar no momento em que decidem dar adeus à vida.

Quatro personagens sem nada em comum, a não ser a vontade de botar um ponto-final em suas vidas, se encontram no alto de um prédio em Londres, na noite de Ano-Novo. Tomados pelo impulso solidário de não permitir que os outros se atirem, os dois homens e as duas mulheres acabam adiando a decisão de morrer e formam um peculiar grupo de apoio à vida. Mas o pacto de sobrevivência é descoberto pela imprensa local, que se regozija com a história pouco convincente de que naquela noite o apresentador de tevê Martin Sharp e seus amigos receberam a visita de um anjo que lhes convenceu a não pular. O que o público não sabe é que a história fantasiosa foi inventada como parte dos planos de sobrevivência criados pelos quatro, que, imbuídos da tarefa de se manterem vivos até pelo menos o Dia dos Namorados - outra data bastante requisitada para suicídios -, têm como objetivo apenas tornar a vida mais divertida até o próximo compromisso. Utilizando os recursos narrativos que consagraram seus livros anteriores, Nick Hornby emprega em Uma longa queda o humor autodepreciativo e as referências à cultura pop, mas prepara uma surpresa para os leitores ao tratar de temas tão polêmicos como o suicídio, a pedofilia, o abandono afetivo da família e a incapacidade mental. Tidos como especialidades da ciência ou material para a literatura de autoajuda, os abismos psíquicos e sociais surgem no livro em sua forma mais evidente e humanizada, como histórias vividas por pessoas comuns - e que por isso mesmo não escapam de um certo ridículo da experiência do dia a dia. "O melhor romance de Hornby até agora, impossível parar de ler." - Sunday Times

Sobre o autor