Home | Livros | Companhia das Letras | DEVAGAR E SIMPLES
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

DEVAGAR E SIMPLES

André Lara Resende

R$ 67,90

/ À vista

Apresentação

Um dos maiores economistas de sua geração reúne escritos sobre a deterioração da política e a reforma do Estado e propõe alternativas para o desenvolvimento social.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Devagar e simples

André Lara Resende

R$ 67,90

Companhia das Letras

Evolução política do Brasil

Prado Jr., Caio

R$ 67,90

Companhia das Letras

Tribunos profetas e sacerdotes

Bolívar Lamounier

R$ 67,90

Preço total de

R$ 203,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Portfolio-Penguin

Juros, moeda e ortodoxia - Teorias monetárias e controvérsias políticas

André Lara Resende

R$ 54,90

Portfolio-Penguin

Os limites do possível

André Lara Resende

R$ 72,90

Portfolio-Penguin

Consenso e contrassenso

André Lara Resende

R$ 77,90

Companhia das Letras

Flores votos e balas

Angela Alonso

R$ 87,90

Companhia das Letras

Tribunos profetas e sacerdotes

Bolívar Lamounier

R$ 67,90

Companhia das Letras

Dinheiro, eleições e poder

Bruno Carazza

R$ 82,90

Portfolio-Penguin

Camisa de força ideológica

André Lara Resende

R$ 54,90

Companhia das Letras

Cartas para minha avó

Djamila Ribeiro

R$ 34,32

Companhia das Letras

Diários da presidência 1995-1996 (volume 1)

Fernando Henrique Cardoso

R$ 97,90

Companhia das Letras

O inferno dos outros

David Grossman

R$ 59,90

Companhia das Letras

Para educar crianças feministas

Chimamanda Ngozi Adichie

R$ 42,90

Companhia das Letras

Sejamos todos feministas

Chimamanda Ngozi Adichie

R$ 42,90

Ficha Técnica

Páginas: 216 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.272 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 11/08/2015
ISBN: 978-85-3592-624-8 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Um dos maiores economistas de sua geração reúne escritos sobre a deterioração da política e a reforma do Estado e propõe alternativas para o desenvolvimento social.

André Lara Resende herdou do pai, Otto, o dom da palavra, o prazer do convívio, a clareza de raciocínio e o foco no que importa. E aprimorou essas qualidades ao longo da vida. Este livro é um exemplo dessas virtudes - como também o haviam sido Os limites do possível e Bolhas e pêndulos. Há três tipos de escritores, notou Schopenhauer: os que escrevem sem pensar, os que pensam enquanto escrevem e os que pensaram muito antes de escrever. André é, claramente, da terceira estirpe. Por isso, todos os treze artigos aqui reunidos têm alguns eixos comuns, que não derivam apenas de um passageiro interesse do autor no momento em que os escreveu. Alguns são imprescindíveis para o debate público do momento no Brasil, como "O mal-estar contemporâneo" e os artigos da seção Para repensar o Estado. Outros são muito relevantes para entender o atual debate no mundo e seu significado para o Brasil, como os da primeira seção, As fortunas do crescimento. Há um belo texto inédito, "Em busca do heroísmo genuíno", e dois substanciosos artigos - "Desenvolvimento como liberdade, cidadania e espírito público" e "Vida pública, capitalismo de massa e os desafios da modernidade" - que fundamentam a posição do autor sobre o indispensável repensar sobre o Estado e a necessidade de revalorização da vida pública - ambos necessários tanto no Brasil como no mundo. O leitor que se debruçar sobre estes textos, na ordem que lhe aprouver, verá que este livro passa, com galhardia, no teste de Harold Bloom para uma obra que valha a pena: aquela que o leitor sente que de alguma forma lhe diz respeito; que lhe pode ser útil; que lhe ajuda a entender melhor sua circunstância e o mundo em que vive. E, por fim, que constitua prazerosa leitura, como este Devagar e simples que o leitor tem em mãos. - Pedro Malan

Sobre o autor