Home | Livros | Companhia das Letras | RIO DE JANEIRO
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

RIO DE JANEIRO

Luiz Eduardo Soares

R$ 57,90

/ À vista

Apresentação

O autor de Tropa de elite escreve sobre as mazelas, os desafios e o lado sombrio do Rio de Janeiro.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Rio de janeiro

Luiz Eduardo Soares

R$ 57,90

Companhia das Letras

Sobre fotografia

Susan Sontag

R$ 72,90

Companhia das Letras

Como curar um fanático

Amós Oz

R$ 47,90

Preço total de

R$ 178,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Ficha Técnica

Título original: Rio de Janeiro Páginas: 256 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.317 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 26/08/2015
ISBN: 978-85-3592-626-2 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

O autor de Tropa de elite escreve sobre as mazelas, os desafios e o lado sombrio do Rio de Janeiro.

O antropólogo Luiz Eduardo Soares, autor do livro que inspirou o filme Tropa de Elite, conhece o Rio de Janeiro como poucos. Pesquisador de renome, intelectual com presença constante nos jornais e ex-integrante da área de Segurança Pública dos governos estadual e federal, convive há décadas com as mazelas da cidade: o tráfico de drogas, a corrupção policial, a violência. Este livro é resultado dessa experiência singular. O líder do tráfico que deseja sair do crime e procura o então secretário em busca de uma salvação impossível. Os policiais que metralham a casa da família do autor em represália a suas tentativas de sanear a corporação. O rico que abandona uma vida de luxo e conforto para se tornar traficante de drogas. Tudo isso está neste Rio de Janeiro. Mas os relatos ultrapassam o memorialismo. Vistos em conjunto, compõem uma instigante interpretação do Brasil contemporâneo. Em busca das origens do autoritarismo policial no país, Luiz Eduardo recupera a pungente história de Dulce Pandolfi, vítima da tortura do regime militar, que revela a experiência pela primeira vez. Em busca das raízes da corrupção na polícia e seus elos com a política federal, mobiliza lembranças de quando foi candidato a vice-governador do Rio de Janeiro pelo PT, em episódios possivelmente relacionados aos primórdios do Mensalão. Escrito com mão leve, ritmo de thriller e faro jornalístico, o livro é um retrato impactante das desigualdades, do racismo, da degradação da política, da violência do Estado e do ódio que se derrama sobre a cidade, colocando em risco a beleza exuberante do eterno cartão-postal do Brasil.

Sobre o autor