Home | Livros | Companhia das Letras | UMA MENINA ESTÁ PERDIDA NO SEU SÉCULO À PROCURA DO PAI
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

UMA MENINA ESTÁ PERDIDA NO SEU SÉCULO À PROCURA DO PAI

Gonçalo M. Tavares

R$ 64,90

/ À vista

Apresentação

Um romance arrebatador e instigante sobre a busca empreendida por uma jovem com necessidades especiais nos escombros da Segunda Guerra Mundial.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Uma menina está perdida no seu século à procura do pai

Gonçalo M. Tavares

R$ 64,90

Companhia das Letras

Léxico familiar

Natalia Ginzburg

R$ 69,90

Companhia das Letras

Uma temporada no escuro

Karl Ove Knausgård

R$ 94,90

Preço total de

R$ 229,70

Adicionar ao carrinho
Jerusalém

Companhia das Letras

Jerusalém

Gonçalo M. Tavares

R$ 64,90

Indisponível
Aprender a rezar na era da técnica

Companhia das Letras

Aprender a rezar na era da técnica

Gonçalo M. Tavares

R$ 79,90

Indisponível
A máquina de Joseph Walser

Companhia das Letras

A máquina de Joseph Walser

Gonçalo M. Tavares

R$ 52,90

Indisponível
Um homem

Companhia das Letras

Um homem

Gonçalo M. Tavares

R$ 59,90

Indisponível
O que ela sussurra

Companhia das Letras

O que ela sussurra

Noemi Jaffe

R$ 69,90

O quarto de Giovanni

Companhia das Letras

O quarto de Giovanni

James Baldwin

R$ 69,90

Uma temporada no escuro

Companhia das Letras

Uma temporada no escuro

Karl Ove Knausgård

R$ 94,90

Ficha Técnica

Páginas: 240 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.299 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 10/11/2015
ISBN: 978-85-3592-649-1 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Um romance arrebatador e instigante sobre a busca empreendida por uma jovem com necessidades especiais nos escombros da Segunda Guerra Mundial.

Na Europa após a Segunda Guerra, em meio a uma paisagem de escombros, figuras esqueléticas e quase absoluto desamparo social e psicológico, uma menina e um homem perambulam por entre as ruínas. A menina é Hanna, tem catorze anos, é portadora de uma doença congênita e está em busca do pai; o homem é Marius, sujeito enigmático que parece se esconder do próprio passado. Essa improvável dupla protagoniza Uma menina está perdida no seu século à procura do pai. Desprotegida, com dificuldades de comunicação, Hanna carrega uma caixa repleta de fichas com uma espécie de curso, com atividades e perguntas, e é a partir delas que se lança num questionamento sobre o que é o ser humano - muitos dos objetivos de aprendizagem são difíceis de serem atingidos até por pessoas sem deficiência mental. Junto com Marius ela vai parar em um estranho hotel em Berlim: os quartos não têm números, mas carregam os nomes dos campos de concentração que, pouco tempo antes, foram o palco do inferno para milhões de pessoas. Quando Marius pergunta por que fazem aquilo, a dona do hotel responde: "Porque podemos. Somos judeus". Este novo romance de Gonçalo M. Tavares ganha contornos fantasmagóricos e irônicos típicos do autor português, que, avesso às convenções do gênero, constrói aqui um retrato a um só tempo abstrato e absolutamente tocante sobre as verdadeiras vítimas da guerra: as pessoas comuns, aquelas mais fragilizadas, que de repente se veem à margem de todos os acontecimentos. Há algo de calculado mistério ao longo de todo o romance, porém a ousadia não é pretexto para estéreis jogos formais. Com maestria, o autor apresenta a vida de seus personagens com intensidade, empatia e um gosto quase inesgotável para capturar os detalhes mais inesperados da vida de cada um. "Um Kafka português." - Le Figaro

Sobre o autor