Home | Livros | Companhia das Letras | O QUE ELA SUSSURRA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

O QUE ELA SUSSURRA

Noemi Jaffe

R$ 57,90

/ À vista

Apresentação

O novo romance de uma das autoras mais originais da literatura brasileira retrata a vida de Nadejda, a jovem russa que guardou na memória os poemas de seu marido morto pela censura soviética para evitar que fossem apagados para sempre da história.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

O que ela sussurra

Noemi Jaffe

R$ 57,90

Companhia das Letras

Solução de dois Estados

Michel Laub

R$ 57,90

Companhia das Letras

Lili

Noemi Jaffe

R$ 49,90

Preço total de

R$ 165,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Não está mais aqui quem falou

Noemi Jaffe

R$ 52,90

Companhia das Letras

Solução de dois Estados

Michel Laub

R$ 57,90

Companhia das Letras

O avesso da pele - Vencedor Jabuti 2021

Jeferson Tenório

R$ 72,90

Companhia das Letras

A obscena senhora D

Hilda Hilst

R$ 42,32

Alfaguara

Redemoinho em dia quente

Jarid Arraes

R$ 46,32

Companhia das Letras

A fonte da autoestima

Toni Morrison

R$ 66,32

Alfaguara

Marrom e Amarelo

Paulo Scott

R$ 57,90

Ficha Técnica

Título original: O que ela sussurra Páginas: 192 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.496 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 31/03/2020
ISBN: 978-85-3593-324-6 Selo: Companhia das Letras Capa: Julia Masagão Ilustração:

SOBRE O LIVRO

O novo romance de uma das autoras mais originais da literatura brasileira retrata a vida de Nadejda, a jovem russa que guardou na memória os poemas de seu marido morto pela censura soviética para evitar que fossem apagados para sempre da história.

Neste romance envolvente e poético, Noemi Jaffe conta, com suas próprias palavras e invenções, a vida de Nadejda Mandelstam. Vivendo sob a opressão stalinista, Nadejda se casa com o poeta Óssip, que falecerá em um gulag na Sibéria como inimigo do regime. Contudo, para que os poemas que levaram o marido à desgraça não desapareçam, Nadejda os memoriza e os sussurra sempre. Serão essas versões que chegarão à contemporaneidade.

Baseando-se nessa história real, Noemi Jaffe constrói um romance único sobre o poder do amor, as agruras da repressão e, sobretudo, sobre o desejo feminino e seu constante apagamento.

"Noemi Jaffe é uma arqueóloga de palavras." – Época


"Quero que Sonia, Vassilisa e Lizotchka aprendam a passar as horas murmurando coisas de que elas gostem, que treinem a memória para se expressar em voz baixa, como se pelo sussurro todas as mulheres da Rússia se comunicassem numa sintonia desconhecida, nós então formaríamos uma rede clandestina de sussurros, que não salvariam nada, a não ser um pouco a nós mesmas, mas que deteriam o tempo e se enovelariam, fazendo com que ele passasse menos ou mais devagar pelos lugares onde nós falamos."

Sobre o autor