Home | Livros | Zahar | A UTILIDADE DO INÚTIL
CLIQUE PARA AMPLIAR

A UTILIDADE DO INÚTIL

Um manifesto

Nuccio Ordine

Apresentação

Um manifesto abaixo-assinado por Platão, Aristóteles, Montaigne, Kant, Shakespeare, Victor Hugo, Cervantes, Dickens, Baudelaire, García Lorca, Calvino, García Márquez...

Frequentemente comprados juntos

Zahar

A utilidade do inútil

Nuccio Ordine

R$ 69,90

Companhia das Letras

A vida não é útil

Ailton Krenak

R$ 44,90

Companhia das Letras

2666

Roberto Bolaño

R$ 119,90

Preço total de

R$ 234,70

Adicionar ao carrinho
A vida não é útil

Companhia das Letras

A vida não é útil

Ailton Krenak

R$ 44,90

A origem do mundo

Quadrinhos na Cia

A origem do mundo

Liv Strömquist

R$ 89,90

Ideias para adiar o fim do mundo (Nova edição)

Companhia das Letras

Ideias para adiar o fim do mundo (Nova edição)

Ailton Krenak

R$ 44,90

Grande sertão: veredas

Companhia das Letras

Grande sertão: veredas

João Guimarães Rosa

R$ 104,90

O Evangelho segundo Jesus Cristo (Nova edição)

Companhia das Letras

O Evangelho segundo Jesus Cristo (Nova edição)

José Saramago

R$ 79,90

Por um feminismo afro-latino-americano

Zahar

Por um feminismo afro-latino-americano

Lélia Gonzalez

R$ 71,91

O processo civilizador 1

Zahar

O processo civilizador 1

Norbert Elias

R$ 99,90

O muro no meio do livro

Pequena Zahar

O muro no meio do livro

Jon Agee

R$ 69,90

O melhor do teatro grego: edição comentada

Clássicos Zahar

O melhor do teatro grego: edição comentada

Aristófanes Ésquilo Eurípides Sófocles

R$ 99,90

Ficha Técnica

Páginas: 224 Formato: 14.00 X 19.00 cm Peso: 0.25 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 04/02/2016
ISBN: 978-85-3781-520-5 Selo: Zahar Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Um manifesto abaixo-assinado por Platão, Aristóteles, Montaigne, Kant, Shakespeare, Victor Hugo, Cervantes, Dickens, Baudelaire, García Lorca, Calvino, García Márquez...

Não é verdade - nem mesmo em tempos de crise - que só é útil o que produz lucro ou tem uma finalidade prática. Existem saberes considerados "inúteis" que são indispensáveis para o crescimento da humanidade. Útil, portanto, é tudo aquilo que nos ajuda a termos uma vida mais plena e um mundo melhor.
Brilhante, contundente e muito claro, o filósofo italiano Nuccio Ordine mostra como a lógica utilitarista e o culto da posse acabam por murchar o espírito das pessoas, pondo em perigo não só a cultura, a criatividade e as instituições de ensino, mas valores fundamentais como a dignidade humana, o amor e a verdade. Completa o livro um ensaio do famoso educador americano Abraham Flexner, inédito em português, que prova como também as ciências exatas nos ensinam a utilidade do inútil.
Sucesso de crítica e de público, traduzido para mais de 15 idiomas, essa é uma leitura crucial, um grito de defesa da humanidade e do humanismo.

Sobre o autor