Home | Livros | Zahar | POR UMA REVOLUÇÃO AFRICANA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

POR UMA REVOLUÇÃO AFRICANA

Textos políticos

Frantz Fanon
Tradução: Carlos Alberto Medeiros

R$ 79,90

/ À vista

Apresentação

Uma poderosa coletânea que marca o desenvolvimento político e filosófico de um dos mais importantes pensadores da luta antirracista e anticolonial.

Frequentemente comprados juntos

Zahar

Por uma revolução africana

Frantz Fanon

R$ 79,90

Zahar

Por um feminismo afro-latino-americano

Lélia Gonzalez

R$ 79,90

Zahar

Tornar-se negro

Neusa Santos Souza

R$ 59,90

Preço total de

R$ 219,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Zahar

Sim, a psicanálise cura!

J.-D. Nasio

R$ 69,90

Zahar

Por um feminismo afro-latino-americano

Lélia Gonzalez

R$ 79,90

Companhia das Letrinhas

Que história é essa?

Flavio de Souza

R$ 59,90

Companhia das Letras

O deus das avencas

Daniel Galera

R$ 59,42

Alfaguara

O meu quintal é maior do que o mundo

Manoel de Barros

R$ 69,90

Zahar

Um apartamento em Urano

Paul B. Preciado

R$ 72,17

Ficha Técnica

Título original: Pour la Révolution Africaine Páginas: 272 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.335 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 08/03/2021
ISBN: 978-85-3781-912-8 Selo: Zahar Capa: Oga Mendonça Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Uma poderosa coletânea que marca o desenvolvimento político e filosófico de um dos mais importantes pensadores da luta antirracista e anticolonial.

Recém-formado, em 1953 Frantz Fanon deixa a França para chefiar a ala psiquiátrica de um hospital na Argélia, encontrando um país em combustão social. No ano seguinte, eclode a guerra pela independência. Mergulhado na situação dramática vivida pelo povo argelino e africano em geral, ele adere ao movimento revolucionário como intelectual e militante da Frente de Libertação Nacional.
Por uma revolução africana é uma bússola do percurso de Fanon, oferecendo um panorama privilegiado do desenvolvimento de sua obra e de suas teses políticas, filosóficas e psicanalíticas. Escritos entre 1951 e 1961-- anos decisivos em que produziu os clássicos Pele negra, máscaras brancas e Os condenados da terra -- e agora reunidos nessa poderosa coletânea de artigos, ensaios e cartas, seus textos políticos dão prova da potência transformadora e original que fez de seus pensamentos e ações um modelo paradigmático do intelectual ativista.
Médico, filósofo político, teórico do colonialismo e das possibilidades de superá-lo, militante da independência africana, o psiquiatra martinicano foi antes de tudo um revolucionário, inspiração central para os movimentos negros e de direitos civis no mundo. Por meio de uma profunda análise da situação do colonizado -- que pode diagnosticar através de sua experiência médica diária --, Fanon disseca a opressão imperialista e o efeito psicológico devastador causado pelo racismo, examinando questões como o panafricanismo, os sentidos da negritude na África e no Caribe e a atitude da esquerda francesa diante da Guerra da Argélia.
Autor incontornável, Frantz Fanon nos dá as chaves para compreender os mecanismos da estrutura racista e colonial que segue nos assombrando.

O livro tem prefácio de Deivison Faustino, professor da Unifesp e especialista na obra de Fanon.

"O mais poderoso teórico do racismo e do colonialismo do século XX." -- Angela Davis

Sobre o autor