Home | Livros | Alfaguara | CUPIM
CLIQUE PARA AMPLIAR

R$ 69,90

/ À vista

Apresentação

Sucesso de vendas na Espanha e fenômeno literário, Cupim é um romance de terror feminista, duro, poético e visceral, carregado de rezas, maldições, anjos e santos. Layla Martínez cria uma narrativa poderosa em que a raiva e o rancor crescem como um cupinzeiro diante da injustiça social.

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Passeio com o gigante

Michel Laub

R$ 69,90

Companhia das Letras

Lia

Caetano W. Galindo

R$ 69,90

Indisponível

Companhia das Letras

Trilogia - Autor vencedor do Nobel de literatura 2023

Jon Fosse

R$ 69,90

Companhia das Letras

Palmeiras selvagens

William Faulkner

R$ 119,90

Zahar

As abandonadoras

Begoña Gómez Urzaiz

R$ 79,90

Companhia das Letras

O século das luzes (Nova edição)

Alejo Carpentier

R$ 89,90

Alfaguara

Coelho maldito

Bora Chung

R$ 59,90

Companhia das Letras

Os náufragos do Wager

David Grann

R$ 89,90

Paralela

Está tudo bem

Cecilia Rabess

R$ 69,90

Companhia das Letras

Sobre literatura e história

Júlio Pimentel Pinto

R$ 99,90

Ficha Técnica

Título original: Carcoma Páginas: 120 Formato: 14.70 X 23.20 cm Peso: 0.211 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 12/03/2024
ISBN: 978-85-5652-213-9 Selo: Alfaguara Capa: Elisa von Randow Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Sucesso de vendas na Espanha e fenômeno literário, Cupim é um romance de terror feminista, duro, poético e visceral, carregado de rezas, maldições, anjos e santos. Layla Martínez cria uma narrativa poderosa em que a raiva e o rancor crescem como um cupinzeiro diante da injustiça social.

Todas as casas guardam a história daqueles que as habitaram. As paredes dessa construção perdida no meio do nada falam de vozes que surgem sob as camas, de santas que aparecem no teto da cozinha, de desaparecimentos que nunca se esclarecem. À luz do dia, os vizinhos evitam suas duas moradoras, mas todos as procuram pedindo ajuda quando se veem desamparados. A avó passa os dias conversando com as sombras que vivem atrás das paredes e dentro dos armários, enquanto a neta, que não residia mais ali, volta a viver na casa após um incidente com a família mais rica do povoado. Agora, desenredando a história do lugar, as duas começam a perceber que as sombras que vivem ali sempre estiveram ao seu lado.
Considerada uma das vozes mais originais da nova literatura espanhola, Layla Martínez faz deste romance um marco da ficção especulativa e do horror.


"Este livro é a vingança de uma ferida intergeracional, da aceitação da barbárie, da perda dos limites quando se trata de proteger os seus. É o livro das miseráveis e das infelizes que dizem basta." -- Alana Portero

Sobre o autor