Home | Livros | Penguin-Companhia | ILUSÕES PERDIDAS
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

ILUSÕES PERDIDAS

Honoré de Balzac
Tradução: Rosa Freire Aguiar

R$ 84,90

/ À vista

Apresentação

Um dos mais célebres romances de Balzac, peça-chave de sua A comédia humana, em uma nova tradução de Rosa Freire d'Aguiar, com introdução do estudioso britânico Herbert J. Hunt.

Frequentemente comprados juntos

Penguin-Companhia

Ilusões perdidas

Honoré de Balzac

R$ 84,90

Penguin-Companhia

Grandes esperanças

Charles Dickens

R$ 69,90

Penguin-Companhia

A educação sentimental

Gustave Flaubert

R$ 69,90

Preço total de

R$ 224,70

Adicionar ao carrinho
A mulher de trinta anos

Penguin-Companhia

A mulher de trinta anos

Honoré de Balzac

R$ 49,90

Ilusões perdidas

Seguinte

Ilusões perdidas

Honoré de Balzac

R$ 59,90

O vermelho e o negro

Penguin-Companhia

O vermelho e o negro

Stendhal

R$ 79,90

A educação sentimental

Penguin-Companhia

A educação sentimental

Gustave Flaubert

R$ 69,90

Grandes esperanças

Penguin-Companhia

Grandes esperanças

Charles Dickens

R$ 69,90

Tratado da vida elegante

Penguin-Companhia

Tratado da vida elegante

Honoré de Balzac

R$ 54,90

A cartuxa de Parma

Penguin-Companhia

A cartuxa de Parma

Stendhal

R$ 69,90

Os miseráveis

Penguin-Companhia

Os miseráveis

Victor Hugo

R$ 139,90

Ficha Técnica

Título original: Illusions perdues Páginas: 792 Formato: 13.00 X 20.00 cm Peso: 0.745 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 28/11/2011
ISBN: 978-85-6356-033-9 Selo: Penguin-Companhia Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Um dos mais célebres romances de Balzac, peça-chave de sua A comédia humana, em uma nova tradução de Rosa Freire d'Aguiar, com introdução do estudioso britânico Herbert J. Hunt.

Por volta de 1830, aos trinta e poucos anos de idade, Honoré de Balzac elegeu seu projeto de vida: escrever uma série de romances, novelas e contos que retratasse a sociedade de sua época em todos os seus aspectos, um retrato abrangente da vida francesa que, segundo o autor, realizaria pela pena o que "Napoleão não conseguiu concluir pela espada". E, caso esse ambicioso panorama tenha um centro, este necessariamente deve ser Ilusões perdidas, o mais extenso dos romances escritos por Balzac.
Publicado em três partes entre 1837 e 1843, Ilusões perdidas explora com maestria três aspectos fundamentais para compreender a sociedade francesa do século XIX: os jogos de poder e intriga das classes aristocráticas, o contraste entre a vida na capital e na província e o lado sujo - cínico e politiqueiro - da atividade jornalística. Tudo isso através da história do poeta Lucien de Rubempré, que sai da pequena cidade de Angoulême para buscar fortuna e consagração literária em Paris apenas para ver, um a um, seus sonhos caírem por terra.

Sobre o autor