Home | Livros | Penguin-Companhia | CAIXA HOMERO
CLIQUE PARA AMPLIAR

CAIXA HOMERO

Ilíada e Odisseia

Homero
Tradução: Frederico Lourenço

R$ 129,90

/ À vista
ou em até 2x no crédito de R$ 64,95

Apresentação

Duas obras fundamentais da literatura ocidental cuidadosamente traduzidas pelo especialista Frederico Lourenço e reunidas numa caixa especial.

Frequentemente comprados juntos

Penguin-Companhia

Caixa Homero

Homero

R$ 129,90

Penguin-Companhia

Caixa Dom Quixote

Miguel de Cervantes

R$ 117,90

Penguin-Companhia

Os miseráveis

Victor Hugo

R$ 119,90

Preço total de

R$ 367,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

1984 - Edição especial

George Orwell

R$ 127,90

Companhia das Letras

A montanha mágica

Thomas Mann

R$ 109,90

Paralela

Malibu renasce

Taylor Jenkins Reid

R$ 44,93

Suma

A dança da morte

Stephen King

R$ 159,90

Seguinte

O menino do pijama listrado

John Boyne

R$ 62,90

Companhia das Letras

Brasil: uma biografia

Lilia Moritz Schwarcz Heloisa Murgel Starling

R$ 92,90

Indisponível

Paralela

O jogo - Sucesso no TikTok

Elle Kennedy

R$ 59,90

Suma

It: A coisa

Stephen King

R$ 114,90

Seguinte

Por lugares incríveis

Jennifer Niven

R$ 38,43

Seguinte

Felizes para sempre

Kiera Cass

R$ 54,90

Ficha Técnica

Título original: Caixa Homero Páginas: 1296 Formato: 13.00 X 20.00 cm Peso: 1.293 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 07/04/2020
ISBN: 978-85-6356-094-0 Selo: Penguin-Companhia Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Duas obras fundamentais da literatura ocidental cuidadosamente traduzidas pelo especialista Frederico Lourenço e reunidas numa caixa especial.

Obras fundadoras da literatura ocidental, Ilíada e Odisseia são muito mais do que poemas épicos que narram a história da guerra de Troia ou do retorno de Ulisses a sua terra natal. Elas são a origem de um enorme repertório mítico que, avançando nos séculos, desempenha até os dias de hoje um importante papel no imaginário e na cultura do ocidente.

A Ilíada parece consistir, pelo título, apenas de um breve incidente ocorrido no cerco dos gregos à cidade troiana de Ílion, a crônica de aproximadamente cinquenta dias de uma guerra que durou dez anos. No entanto, graças à maestria de seu autor, essa janela no tempo se abre para paisagens vastíssimas, repletas de personagens e eventos. É nesse épico homérico que surgem figuras como Páris, Helena, Heitor, Ulisses, Aquiles e Agamêmnon, e em seus versos somos transportados diretamente para a intimidade dos deuses, com suas relações familiares complexas e às vezes cômicas.

Odisseia, por sua vez, se tornou também um substantivo comum, que denomina jornadas marcadas por perigos e eventos inesperados, e "homérico" um adjetivo usado para relatar feitos grandiosos, como o regresso de Ulisses a sua terra natal.

O enredo pode ser resumido em poucas palavras. Em seu tratado conhecido como Poética, Aristóteles escreve: "Um homem encontrase no estrangeiro há muitos anos; está sozinho e o deus Posêidon o mantém sob vigilância hostil. Em casa, os pretendentes à mão de sua mulher estão esgotando seus recursos e conspirando para matar seu filho. Então, após enfrentar tempestades e sofrer um naufrágio, ele volta para casa, dáse a conhecer e ataca os pretendentes: ele sobrevive e os pretendentes são exterminados".

Minuciosamente traduzidos pelo renomado helenista Frederico Lourenço, que também verteu para o português a primeira edição completa da Bíblia grega, estes livros são acompanhados ainda de esclarecedores textos introdutórios, listas de personagens e mapas que ajudam a compreender a complexa geografia homérica.

Sobre o autor