Home | Livros | Zahar | COMO AS GUERRAS CIVIS COMEÇAM
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

COMO AS GUERRAS CIVIS COMEÇAM

E como impedi-las

Barbara F. Walter
Tradução: Berilo Vargas

R$ 79,90

/ À vista

Apresentação

É preciso soar o alarme: à medida que as democracias retrocedem e os cidadãos se tornam mais polarizados, as guerras civis se tornarão ainda mais generalizadas e durarão mais do que no passado.

Frequentemente comprados juntos

Zahar

Como as guerras civis começam

Barbara F. Walter

R$ 79,90

Companhia das Letras

Grande sertão: veredas

João Guimarães Rosa

R$ 99,90

Companhia das Letras

O manto da noite

Carola Saavedra

R$ 51,92

Preço total de

R$ 231,72

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Zahar

O Negócio do Jair

Juliana Dal Piva

R$ 84,90

Zahar

A letra da lei

Linda Colley

R$ 114,90

Zahar

Incerteza quântica

Rafael Chaves

R$ 89,90

Objetiva

O que sobra

Príncipe Harry

R$ 74,90

Companhia das Letras

Do que falamos quando falamos de populismo

Thomás Zicman de Barros Miguel Lago

R$ 54,90

Zahar

Os condenados da terra

Frantz Fanon

R$ 51,92

Ficha Técnica

Páginas: 320 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.392 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 06/09/2022
ISBN: 978-65-5979-077-7 Selo: Zahar Capa: Bloco Gráfico Ilustração:

SOBRE O LIVRO

É preciso soar o alarme: à medida que as democracias retrocedem e os cidadãos se tornam mais polarizados, as guerras civis se tornarão ainda mais generalizadas e durarão mais do que no passado.

Uma milícia de extrema direita planeja sequestrar a governadora de Michigan e julgá-la por traição. Uma multidão armada de apoiadores de Trump e teóricos da conspiração invade o Capitólio dos Estados Unidos. São incidentes isolados? Ou é o começo de algo maior?
Em Como as guerras civis começam, Barbara F. Walter, uma das maiores autoridades no mundo em violência política e terrorismo, examina o dramático aumento do extremismo global e soa o alarme ao argumentar que as guerras civis proliferam e são hoje o maior perigo para a paz mundial.


"O equivalente de Como as democracias morrem para a guerra civil." -- The Washington Post


"O argumento de Barbara Walter é assustador: muitas das condições que comumente precedem as guerras civis estão presentes hoje em lugares que nunca imaginaríamos." -- Steven Levitsky e Daniel Ziblatt, autores de Como as democracias morrem


"Como aqueles que alertaram sobre os perigos do aquecimento global décadas atrás, Walter tem uma mensagem grave que ignoramos por nossa conta e risco." -- David Remnick, The New Yorker

Sobre o autor