Home | Livros | Companhia das Letras | O CASO DREYFUS
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

O CASO DREYFUS

Louis Begley
Tradução: Laura Teixeira Motta

Apresentação

O escritor e advogado Louis Begley analisa o célebre Caso Dreyfus usando como contraponto a tortura e os julgamentos irregulares dos prisioneiros de Guantánamo acusados de atividades terroristas ligadas ao ataque de 11 de setembro de 2001.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

O caso Dreyfus

Louis Begley

R$ 69,90

Companhia das Letras

Europa saqueada

Lynn H. Nicholas

R$ 99,90

Companhia das Letras

Fama e anonimato

Gay Talese

R$ 109,90

Preço total de

R$ 279,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

O Jardim das Hespérides

Laura de Mello e Souza

R$ 89,90

Companhia das Letras

Fama e anonimato

Gay Talese

R$ 109,90

Companhia das Letras

As aventuras da virtude

Newton Bignotto

R$ 89,90

Companhia das Letras

O mundo prodigioso que tenho na cabeça

Louis Begley

R$ 69,90

Companhia das Letras

A intuição da ilha

Pilar del Río

R$ 99,90

Companhia das Letras

A história dos judeus, vol. 1

Simon Schama

R$ 99,90

Companhia das Letras

Caixa comemorativa - Vinte anos do Nobel de José Saramago

José Saramago Ricardo Viel

R$ 139,90

Companhia das Letras

A biblioteca esquecida de Hitler

Timothy W. Ryback

R$ 89,90

Ficha Técnica

Título original: Why the dreyfus affair matters Páginas: 248 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.31 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 09/12/2010
ISBN: 978-85-3591-778-9 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

O escritor e advogado Louis Begley analisa o célebre Caso Dreyfus usando como contraponto a tortura e os julgamentos irregulares dos prisioneiros de Guantánamo acusados de atividades terroristas ligadas ao ataque de 11 de setembro de 2001.

Em 1894, Alfred Dreyfus, jovem e brilhante capitão da artilharia do exército francês, foi acusado de alta traição, julgado a portas fechadas por uma corte marcial e condenado ao degredo perpétuo na ilha do Diabo. A base para a acusação foi um papel que enumerava segredos militares franceses entregues ao adido militar na embaixada alemã em Paris. O antissemitismo recrudescia na sociedade francesa da época e era ainda mais acentuado no exército, de modo que o nome de Dreyfus saltou à vista dos encarregados de encontrar o traidor.
O Caso Dreyfus dividiu a sociedade francesa entre os que exigiam um julgamento justo e os que não admitiam que se contestasse a palavra de membros da cúpula do exército francês para defender um judeu. O resto do mundo horrorizou-se com o desrespeito às regras de procedimento jurídico no país da liberdade, igualdade e fraternidade.
A habilidade de Begley como escritor e seus conhecimentos jurídicos traduzem com clareza a complexidade do Caso Dreyfus. Seu relato provoca indignação e chama a atenção para o fato de que não se vê esse mesmo estarrecimento quando se trata dos desmandos e torturas cometidos contra prisioneiros de Guantánamo, que nunca tiveram um julgamento justo.

Sobre o autor