Home | Livros | Companhia das Letras | CONTRA O DIA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

CONTRA O DIA

Thomas Pynchon
Tradução: Paulo Henriques Britto

R$ 149,90

/ À vista
ou em até 2x no crédito de R$ 74,95

Apresentação

Tão divertido quanto labiríntico, Contra o dia traz Pynchon em sua melhor forma: erudito, pop, moderno e surpreendente.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Contra o dia

Thomas Pynchon

R$ 149,90

Companhia das Letras

O silêncio

Don DeLillo

R$ 57,90

Companhia das Letras

Vineland

Thomas Pynchon

R$ 94,90

Preço total de

R$ 302,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

O arco-íris da gravidade

Thomas Pynchon

R$ 114,90

Companhia das Letras

O leilão do lote 49

Thomas Pynchon

R$ 57,90

Companhia das Letras

Mason e Dixon

Thomas Pynchon

R$ 104,90

Indisponível

Companhia das Letras

Graça infinita

David Foster Wallace

R$ 144,90

Indisponível

Companhia das Letras

Submundo (Nova edição)

Don DeLillo

R$ 154,90

Companhia das Letras

Submundo

Don DeLillo

R$ 99,90

Indisponível

Companhia de Bolso

Viagem ao fim da noite

Louis-Ferdinand Céline

R$ 52,90

Companhia das Letras

Breves entrevistas com homens hediondos

David Foster Wallace

R$ 62,32

Ficha Técnica

Título original: Against the day Páginas: 1088 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 1.417 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 30/03/2012
ISBN: 978-85-3592-039-0 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Tão divertido quanto labiríntico, Contra o dia traz Pynchon em sua melhor forma: erudito, pop, moderno e surpreendente.

Quando Webb Traverse, um anarquista do Colorado com pendor para explosivos, é morto pelo magnata Scarsdale Vibe, seus quatro filhos decidem vingá-lo. Ao mesmo tempo, um grupo de jovens aventureiros, os Amigos do Acaso, viaja pelo mundo em um dirigível cumprindo missões cujas razões raramente conhecem.
Que não se esperem, no entanto, as convenções dos respectivos gêneros nestas duas histórias que formam o exuberante e complexo eixo central de Contra o dia. Não há personagem ou tema principais neste sexto romance da carreira de Pynchon. O elenco, numa descrição atribuída ao próprio autor, inclui "anarquistas, balonistas, jogadores, magnatas corporativos, entusiastas de drogas, inocentes e decadentes, matemáticos, cientistas loucos, xamãs, físicos, ilusionistas, espiões, detetives, aventureiros e assassinos profissionais" (além de um cão que lê Henry James).
Momentos extravagantes e enciclopédicos se fundem a seguidas trocas no estilo de narrativa e uma imensa quantidade de temas e elementos - espiritualidade, história, jazz, ciência, paranoia, psicologia, entre outros - para que o escritor reafirme sua peculiar visão do mundo e da modernidade.

Sobre o autor