Home | Livros | Companhia de Bolso | CAMINHOS CRUZADOS
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

CAMINHOS CRUZADOS

Erico Verissimo

R$ 44,90

/ À vista

Apresentação

Neste romance, Erico Verissimo narra episódios da vida de duas dezenas de personagens na Porto Alegre da década de 1930 e tece uma crítica incisiva aos desníveis sociais e à hipocrisia moral de nossa sociedade. Com apresentação de Antonio Candido e prefácio de Moacyr Scliar. Leitura obrigatória do vestibular da Unicamp.

Frequentemente comprados juntos

Companhia de Bolso

Caminhos cruzados

Erico Verissimo

R$ 44,90

Companhia das Letras

Olhai os lírios do campo

Erico Verissimo

R$ 64,90

Companhia das Letras

O tempo e o vento -- Parte III -- O arquipélago -- vols. I a III

Erico Verissimo

R$ 82,90

Preço total de

R$ 192,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Olhai os lírios do campo

Erico Verissimo

R$ 64,90

Companhia de Bolso

Incidente em Antares

Erico Verissimo

R$ 57,90

Companhia de Bolso

Minha vida de menina

Helena Morley

R$ 49,90

Companhia das Letras

Um lugar ao sol

Erico Verissimo

R$ 67,90

Indisponível

Companhia de Bolso

Terra sonâmbula

Mia Couto

R$ 47,90

Companhia de Bolso

Capitães da areia

Jorge Amado

R$ 49,90

Indisponível

Companhia das Letras

Música ao longe

Erico Verissimo

R$ 49,90

Indisponível

Companhia das Letras

O tempo e o vento -- Parte III -- O arquipélago -- vols. I a III

Erico Verissimo

R$ 82,90

Ficha Técnica

Título original: Caminhos cruzados (edição de bolso) Páginas: 368 Formato: 12.50 X 18.00 cm Peso: 0.301 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 14/12/2015
ISBN: 978-85-3592-671-2 Selo: Companhia de Bolso Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Neste romance, Erico Verissimo narra episódios da vida de duas dezenas de personagens na Porto Alegre da década de 1930 e tece uma crítica incisiva aos desníveis sociais e à hipocrisia moral de nossa sociedade. Com apresentação de Antonio Candido e prefácio de Moacyr Scliar. Leitura obrigatória do vestibular da Unicamp.

Influenciado pela técnica de intrigas entrelaçadas e pela ausência de personagem principal da ficção de Aldous Huxley, Erico Verissimo escreveu Caminhos cruzados, tendo como cenário uma Porto Alegre onde já se confrontavam modernização e miséria, luxo e desencanto. Sem narrar acontecimentos de vulto, o autor expõe o nervo da fragilidade humana. Sua capacidade de fabulação ainda hoje provoca impacto e lança um apelo à sensibilidade.

Sobre o autor