Freud - Mas por que tanto ódio? - Elisabeth Roudinesco - Grupo Companhia das Letras
Frete grátis para todo o Brasil em compras a partir de R$ 99
Livro acessível
0
Carrinho
Catálogo / Zahar / FREUD - MAS POR QUE TANTO ÓDIO?
#FREUD-MASPORQUETANTOODIO?
Apresentação
Em 2010, o filósofo francês Michel Onfray lançou na França o polêmico Le crépuscule d'une idole. Nas páginas, Freud é tratado como impostor, homofóbico, incestuoso e fascista. Pouco tempo depois a psicanalista Elisabeth Roudinesco lançou sua resposta, apontando erros de apuração, fatos forjados e acusações maliciosas como a de que o mestre da psicanálise teria mantido um caso com a cunhada por quarenta anos.
A autora ainda mostra como as acusações apresentadas não são novas, são boatos antigos criados por quem buscava apenas atrair as atenções da mídia.
Para Roudinesco, tanto ódio, porém, tem justificativa: ninguém derruba uma série de mitos, como os relacionados ao sexo, sem pagar um alto preço por isso. Completando a edição estão ainda cinco artigos assinados por profissionais da área de história, filosofia e psiquiatria e uma entrevista publicada na revista Le Nouvel Observateur, em que ela esclarece os constantes ataques à psicanálise.

"O ódio a Freud se manifestou desde os seus primeiros escritos. Ele é da mesma natureza que o ódio a Darwin. Freud realizou algo que parece intolerável à humanidade. É a revolução do íntimo." Elisabeth Roudinesco
Ficha Técnica
Páginas: 96
Formato: 14.00 X 21.00 cm
Peso: 0.14 kg
Acabamento: Livro brochura
Lançamento: 17/10/2011
ISBN: 9788537807187
Selo: Zahar
Série
A depressão é a perda de uma ilusão
J.-D. Nasio
Em cinco lições, o renomado psiquiatra e psicanalista J.-D. Nasio se propõe a aprofundar, de forma brilhante e didática, a teoria e a clínica da depressão – para ele, mais do que um distúrbio de humor, a depressão é antes de tudo uma patologia da desilusão. Leia +
O eu soberano - Ensaio sobre as derivas identitárias
Elisabeth Roudinesco
Ao fazer um balanço do tempo presente e das várias definições de identidade hoje possíveis, a renomada historiadora e psicanalista francesa Elisabeth Roudinesco analisa neste livro a natureza e os perigos do que chama de derivas identitárias. Leia +
Histeria e sexualidade - Clínica, estrutura, epidemias - Trilogia sobre sexualidade contemporânea - vol. 2
Marco Antonio Coutinho Jorge e Natalia Pereira Travassos
Dando prosseguimento à sua trilogia sobre sexualidade contemporânea – iniciada com Transexualidade –, Marco Antonio Coutinho Jorge e Natália Pereira Travassos abordam agora a relação entre Histeria e sexualidade. Leia +
Autor
Comentários

Deixe seu comentário

Você deve estar logado para comentar
Faça seu login

Assine a newsletter da Companhia