Home | Livros | Alfaguara | CARTA À RAINHA LOUCA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

CARTA À RAINHA LOUCA

Maria Valéria Rezende

R$ 62,90

/ À vista

Apresentação

Mesclando linguagem histórica e uma crítica profundamente atual, Maria Valéria Rezende cria um romance sem par na literatura contemporânea, no qual mulheres mostram sua força frente às mais impensáveis repressões.

Frequentemente comprados juntos

Alfaguara

Carta à rainha louca

Maria Valéria Rezende

R$ 62,90

Alfaguara

Quarenta dias

Maria Valéria Rezende

R$ 52,90

Alfaguara

Outros cantos

Maria Valéria Rezende

R$ 52,90

Preço total de

R$ 168,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Alfaguara

Redemoinho em dia quente

Jarid Arraes

R$ 46,32

Alfaguara

O voo da guará vermelha

Maria Valéria Rezende

R$ 52,90

Alfaguara

Marrom e Amarelo

Paulo Scott

R$ 57,90

Companhia das Letras

Antologia da literatura fantástica

Jorge Luis Borges Adolfo Bioy Casares Silvina Ocampo

R$ 102,90

Indisponível

Alfaguara

Todos os santos

Adriana Lisboa

R$ 59,90

Companhia das Letras

Sobre o autoritarismo brasileiro

Lilia Moritz Schwarcz

R$ 64,90

Companhia das Letras

O avesso da pele - Vencedor Jabuti 2021

Jeferson Tenório

R$ 72,90

Ficha Técnica

Páginas: 144 Formato: 15.00 X 23.40 cm Peso: 0.22 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 14/04/2019
ISBN: 978-85-5652-082-1 Selo: Alfaguara Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Mesclando linguagem histórica e uma crítica profundamente atual, Maria Valéria Rezende cria um romance sem par na literatura contemporânea, no qual mulheres mostram sua força frente às mais impensáveis repressões.

Olinda, 1789. Isabel das Santas Virgens, presa no convento do Recolhimento da Conceição, escreve à rainha Maria I, conhecida como a Rainha Louca. Em suas cartas, ela, tida por muitos como também lunática, conta os destemperos cometidos pelos homens da Coroa - e por aqueles que galgaram tal posto - contra mulheres, escravizados e todos os que se encontravam mais vulneráveis. Por meio dos tormentos passados por ela e por sua senhora Blandina, nossa narradora expõe o pano de fundo da colonização brasileira e da situação da mulher que ousava desafiar.

Com uma pesquisa histórica ímpar e usando o vocabulário próprio do setecentos mesclado a uma linguagem moderna, Maria Valéria Rezende recria com maestria a história de duas mulheres em um período conturbado do passado brasileiro. Como promete à rainha, Isabel conta "toda a verdade sobre o que em Vosso nome se faz nestas terras e a mim me fizeram."

"Uma revelação em nossas letras." – Frei Betto



"Maria Valéria Rezende costura uma narrativa ao mesmo tempo sofisticada e simples, como só aos grandes escritores é dado saber." – Luiz Ruffato

Sobre o autor