Home | Livros | Penguin-Companhia | CANINOS BRANCOS
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

CANINOS BRANCOS

Jack London
Tradução: Sonia Moreira

R$ 54,90

/ À vista

Apresentação

Um grande clássico, registro magistral da vida selvagem e da convivência, quase nunca pacífica, entre homens e animais em ambientes extremos.

Frequentemente comprados juntos

Penguin-Companhia

Caninos brancos

Jack London

R$ 54,90

Penguin-Companhia

Grandes esperanças

Charles Dickens

R$ 69,90

Penguin-Companhia

A estepe

Anton Tchékhov

R$ 44,90

Preço total de

R$ 169,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Penguin-Companhia

Grandes esperanças

Charles Dickens

R$ 69,90

Penguin-Companhia

O vermelho e o negro

Stendhal

R$ 79,90

Penguin-Companhia

David Copperfield

Charles Dickens

R$ 94,90

Penguin-Companhia

A época da inocência

Edith Wharton

R$ 54,90

Penguin-Companhia

Os miseráveis

Victor Hugo

R$ 139,90

Indisponível

Penguin-Companhia

Noites brancas

Fiódor Dostoiévski

R$ 44,90

Indisponível

Ficha Técnica

Título original: White fang Páginas: 296 Formato: 13.00 X 20.00 cm Peso: 0.289 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 26/02/2014
ISBN: 978-85-6356-085-8 Selo: Penguin-Companhia Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Um grande clássico, registro magistral da vida selvagem e da convivência, quase nunca pacífica, entre homens e animais em ambientes extremos.

Caninos Brancos é um lobo nascido no território de Yukon, no norte congelado do Canadá, durante a corrida do ouro que atraiu milhares de garimpeiros para a região. Capturado antes de completar um ano de idade, é usado como puxador de trenó e obrigado a lutar pela sobrevivência em uma matilha hostil. Mais tarde repassado a um dono inescrupuloso, é transformado em cão de rinha e, mesmo depois de resgatado desse universo de violência, ainda precisa de um último ato de heroísmo para conseguir sua redenção e finalmente encontrar seu lugar no mundo. Percorrendo o caminho inverso ao do traçado em O chamado selvagem (1903), em que um cão domesticado é obrigado a se adaptar à vida na natureza, em Caninos Brancos (1906) Jack London narra a história de um animal que precisa suprimir seus instintos para sobreviver na civilização. Grande sucesso de público desde o lançamento, já foi traduzido para mais de oitenta idiomas e adaptado diversas vezes para o cinema, os quadrinhos e a TV.