Home | Livros | Seguinte | O DIÁRIO DE RYWKA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

O DIÁRIO DE RYWKA

Rywka Lipszyc
Tradução: Alexandra Esteche

Apresentação

Diário comovente de uma jovem judia que viveu no gueto de Lodz durante a Segunda Guerra Mundial, em edição enriquecida com textos que ajudam a compreender um dos períodos mais sombrios da história da humanidade.

Frequentemente comprados juntos

Seguinte

O diário de Rywka

Rywka Lipszyc

R$ 49,90

Seguinte

Longe de casa

Malala Yousafzai

R$ 54,90

Companhia das Letras

Léxico familiar

Natalia Ginzburg

R$ 59,90

Preço total de

R$ 164,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Seguinte

Na estrada Jellicoe

Melina Marchetta

R$ 49,90

Seguinte

Cinderela chinesa

Adeline Yen Mah

R$ 54,90

Seguinte

Longe de casa

Malala Yousafzai

R$ 54,90

Indisponível

Seguinte

Por lugares incríveis

Jennifer Niven

R$ 38,43

Seguinte

Eu sou Malala (Edição juvenil)

Malala Yousafzai Patricia McCormick

R$ 54,90

Indisponível

Seguinte

Mentirosos - Sucesso no TikTok

E. Lockhart

R$ 54,90

Seguinte

O livro selvagem

Juan Villoro

R$ 54,90

Indisponível

Seguinte

Fique onde está e então corra

John Boyne

R$ 54,90

Seguinte

Cinco Júlias

Matheus Souza

R$ 54,90

Seguinte

Al Capone e sua gangue

Alan MacDonald Philip Reeve

R$ 49,90

Ficha Técnica

Páginas: 208 Formato: 15.70 X 23.00 cm Peso: 0.323 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 24/06/2015
ISBN: 978-85-6576-567-1 Selo: Seguinte Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Diário comovente de uma jovem judia que viveu no gueto de Lodz durante a Segunda Guerra Mundial, em edição enriquecida com textos que ajudam a compreender um dos períodos mais sombrios da história da humanidade.

No final da Segunda Guerra Mundial, foi encontrado um diário perto das ruínas dos crematórios de Auschwitz-Birkenau. Este diário pertencia a Rywka Lipszyc, uma adolescente judia que viveu com sua família no gueto de Lodz, na Polônia. Seu relato só veio a público setenta anos depois, e logo se tornou um documento importante por registrar a vida dos judeus em Lodz - o medo constante da deportação, o trabalho forçado nas oficinas, a fome e a miséria. Mas, acima de tudo, os escritos de Rywka eram sua forma de resistir e de protestar, numa tentativa de dar sentido ao mundo ao seu redor.

Sobre o autor