Home | Livros | Paralela | PARA RESSIGNIFICAR UM GRANDE AMOR
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

PARA RESSIGNIFICAR UM GRANDE AMOR

Akapoeta

R$ 54,90

/ À vista

Apresentação

Em seu novo livro, João Doederlein (Akapoeta) nos conduz por seu processo de cura e autoconhecimento, resgatando uma lição importante para todos nós: a vida não é feita de certezas, e recriar faz parte do ciclo.

Frequentemente comprados juntos

Paralela

Para ressignificar um grande amor

Akapoeta

R$ 54,90

Paralela

O livro dos ressignificados

Akapoeta

R$ 52,90

Paralela

Coração-granada

Akapoeta

R$ 47,90

Preço total de

R$ 155,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

O Brasil contra a democracia

Roberto Simon

R$ 117,90

Indisponível

Companhia das Letras

No seu pescoço

Chimamanda Ngozi Adichie

R$ 59,90

Indisponível

Companhia das Letras

Pálido ponto azul (Nova edição)

Carl Sagan

R$ 67,90

Objetiva

Felicidade autêntica (Nova edição)

Martin E. P. Seligman

R$ 82,90

Indisponível

Companhia das Letras

Formação econômica do Brasil

Celso Furtado

R$ 72,90

Companhia das Letras

Dostoiévski

Joseph Frank

R$ 179,90

Indisponível

Quadrinhos na Cia

Grande sertão: veredas (Edição em quadrinhos)

João Guimarães Rosa

R$ 99,90

Indisponível

Edição Econômica

O tempo e o vento - parte 1

Erico Verissimo

R$ 67,90

Objetiva

Inteligência social

Daniel Goleman

R$ 89,90

Zahar

O Seminário, livro 11

Jacques Lacan

R$ 122,90

Indisponível

Ficha Técnica

Páginas: 184 Formato: 13.50 X 21.00 cm Peso: 0.253 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 12/02/2021
ISBN: 978-85-8439-183-7 Selo: Paralela Capa: Ilustração: Anália Moraes

SOBRE O LIVRO

Em seu novo livro, João Doederlein (Akapoeta) nos conduz por seu processo de cura e autoconhecimento, resgatando uma lição importante para todos nós: a vida não é feita de certezas, e recriar faz parte do ciclo.

"Em Para ressignificar um grande amor, pude conhecer outra faceta da pessoa incrível que é João. Ele se abre à sensibilidade das palavras, às formas criativas e ilimitadas dos ressignificados e ao jogo de sentimentos que fluem nesta história que ele conta com mãos tão apaixonadas. Matilda foi seu grande amor, e o eu-lírico começa o livro resgatando uma lição importante para todos nós: a tentativa de ressignificar alguém que nos marcou é um movimento necessário para a manutenção da vida. Ele diz: 'finais não são absolutos. O amor encerra, a gente não', como quem ainda sente na pele a dor amargurada de algo que poderia ter dado certo, mas não deu. Mesmo assim, se concede a oportunidade de continuar vivendo e seguindo - tanto na vida quando na narrativa da sua história.
Esta obra me trouxe sorrisos, reflexões, e me inspirou a escrever. Acho que é isto o que uma boa história faz: te move, te cutuca, te alavanca a outros universos. E aqui estou eu, apaixonado por cada palavrinha que o mundo do João me apresentou." -- Igor Pires da Silva

"Se apaixonar é perceber que todas as palavras desconhecidas já existiam dentro da gente. Se desapaixonar é descobrir o nosso próprio significado para cada uma delas. Este livro é um lindo presente para quem se perdeu nesse processo e sabe que o caminho de volta exige coragem. Recomendo a leitura para todas as vezes em que o amor te virar as costas." -- Bruna Vieira

Sobre o autor