Home | Livros | Clássicos Zahar | MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS: EDIÇÃO BOLSO DE LUXO
CLIQUE PARA AMPLIAR

MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS: EDIÇÃO BOLSO DE LUXO

Machado de Assis

R$ 59,90

/ À vista

Apresentação

Com a edição do romance seminal de Machado de Assis, Clássicos Zahar dá início à publicação regular de obras essenciais da ficção brasileira -- sempre em formato bolso de luxo e com apresentações atuais escritas pelo melhor da crítica contemporânea.

Frequentemente comprados juntos

Clássicos Zahar

Memórias póstumas de Brás Cubas: edição bolso de luxo

Machado de Assis

R$ 59,90

Clássicos Zahar

Orgulho e preconceito: edição comentada

Jane Austen

R$ 76,42

Clássicos Zahar

Medeia: edição bolso de luxo

Eurípides

R$ 47,90

Preço total de

R$ 184,22

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letrinhas

Adonis (Nova edição)

Blandina Franco

R$ 49,90

Indisponível

Zahar

O contrato racial

Charles W. Mills

R$ 74,90

Seguinte

Um sonho em Tóquio

Emiko Jean

R$ 59,90

Seguinte

Destruidor de espadas (Com brindes)

Victoria Aveyard

R$ 64,90

Clássicos Zahar

Orgulho e preconceito: edição comentada

Jane Austen

R$ 76,42

Companhia das Letras

Triste não é ao certo a palavra

Gabriel Abreu

R$ 64,90

Indisponível

Clássicos Zahar

Até o último fantasma: edição bolso de luxo

Henry James

R$ 59,90

Penguin-Companhia

Canto para Govinda

Jayadeva

R$ 44,90

Companhia das Letras

Evangelhos apócrifos

Vários autores

R$ 123,92

Ficha Técnica

Páginas: 424 Formato: 12.60 X 17.60 cm Peso: 0.444 kg Acabamento: Livro capa dura Lançamento: 12/07/2023
ISBN: 978-65-8495-205-8 Selo: Clássicos Zahar Capa: Rafael Nobre Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Com a edição do romance seminal de Machado de Assis, Clássicos Zahar dá início à publicação regular de obras essenciais da ficção brasileira -- sempre em formato bolso de luxo e com apresentações atuais escritas pelo melhor da crítica contemporânea.

Publicado em 1881, primeiro como folhetim, Memórias póstumas de Brás Cubas surpreendeu os leitores e a crítica de seu tempo com as lembranças fragmentárias de um improvável narrador defunto que, depois de morto, decide celebrar o grande fracasso que foi a sua vida. Subvertendo as convenções da época com uma prosa que incorpora de maneira genial os mais diversos estilos, mesclando erudição, delírios e sonhos, fina ironia e "piscadelas" bem-humoradas ao leitor, Machado de Assis escreveu um marco definitivo na produção literária brasileira e, possivelmente, o nosso romance mais importante e conhecido.
A edição Clássicos Zahar traz textos adicionais de Flora Thomson-DeVeaux, pesquisadora da obra de Machado e tradutora do livro ao inglês, e de Geovani Martins, uma das vozes mais potentes da nova geração da literatura brasileira, que dão ao leitor uma perspectiva contemporânea do clássico.

Sobre o autor