Home | Livros | Companhia de Bolso | O CENTAURO NO JARDIM
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

O CENTAURO NO JARDIM

Moacyr Scliar

R$ 49,90

/ À vista

Apresentação

Eleito como um dos cem melhores livros de temática judaica escritos nos últimos duzentos anos, este premiado romance narra a história de uma família judia no interior do Rio Grande do Sul na qual nasce um centauro - um ser metade homem, metade cavalo.

Frequentemente comprados juntos

Companhia de Bolso

O centauro no jardim

Moacyr Scliar

R$ 49,90

Companhia de Bolso

A majestade do Xingu

Moacyr Scliar

R$ 54,90

Companhia de Bolso

Origens do totalitarismo

Hannah Arendt

R$ 79,90

Preço total de

R$ 184,70

Adicionar ao carrinho
A majestade do Xingu

Companhia de Bolso

A majestade do Xingu

Moacyr Scliar

R$ 54,90

O centauro no jardim

Companhia das Letras

O centauro no jardim

Moacyr Scliar

R$ 69,90

Indisponível
A mulher que escreveu a Bíblia

Companhia de Bolso

A mulher que escreveu a Bíblia

Moacyr Scliar

R$ 49,90

Os vendilhões do templo

Companhia das Letras

Os vendilhões do templo

Moacyr Scliar

R$ 79,90

Eu vos abraço milhões

Companhia das Letras

Eu vos abraço milhões

Moacyr Scliar

R$ 74,90

Origens do totalitarismo

Companhia de Bolso

Origens do totalitarismo

Hannah Arendt

R$ 79,90

A orelha de Van Gogh

Companhia das Letras

A orelha de Van Gogh

Moacyr Scliar

R$ 69,90

Meu nome é Vermelho

Companhia de Bolso

Meu nome é Vermelho

Orhan Pamuk

R$ 74,90

Por que ler os clássicos

Companhia de Bolso

Por que ler os clássicos

Italo Calvino

R$ 54,90

Ficha Técnica

Título original: O centauro no jardim (edição de bolso) Páginas: 224 Formato: 12.50 X 18.00 cm Peso: 0.187 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 02/05/2011
ISBN: 978-85-3591-870-0 Selo: Companhia de Bolso Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Eleito como um dos cem melhores livros de temática judaica escritos nos últimos duzentos anos, este premiado romance narra a história de uma família judia no interior do Rio Grande do Sul na qual nasce um centauro - um ser metade homem, metade cavalo.

No interior do Rio Grande do Sul, na pacata família Tratskovsky, nasce um centauro: um ser metade homem, metade cavalo. Seu nome é Guedali, quarto filho de um casal de imigrantes judeus russos. A partir desse evento fantástico, Moacyr Scliar constrói um romance que se situa entre a fábula e o realismo, evidenciando a dualidade da vida em sociedade, em que é preciso harmonizar individualismo e coletividade. A figura do centauro também ilustra a divisão étnica e religiosa dos judeus, um povo perseguido por sua singularidade.
Guedali cresce solitário, excluído da sociedade. Numa narrativa provocadora, ele rememora sua vida desde o nascimento em Quatro Irmãos, passando pela juventude em Porto Alegre, até chegar ao Marrocos.

Sobre o autor