Home | Livros | Companhia das Letras | A PRIMEIRA PESSOA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

A PRIMEIRA PESSOA

Ali Smith
Tradução: Caetano W. Galindo

R$ 57,90

/ À vista

Apresentação

Inovadores, requintados e inteligentes, os contos de Ali Smith, uma das mais elogiadas e originais ficcionistas da atualidade, são repletos de ironia, sutileza e compaixão.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

A primeira pessoa

Ali Smith

R$ 57,90

Companhia das Letras

O último gozo do mundo

Bernardo Carvalho

R$ 57,90

Companhia das Letras

Todos os contos

Julio Cortázar

R$ 227,92

Preço total de

R$ 343,72

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Como ser as duas coisas

Ali Smith

R$ 77,90

Companhia das Letras

Suíte em quatro movimentos

Ali Smith

R$ 67,90

Companhia das Letras

Manual da faxineira

Lucia Berlin

R$ 82,90

Companhia das Letras

Ficando longe do fato de já estar meio que longe de tudo

David Foster Wallace

R$ 67,90

Indisponível

Companhia das Letras

O último gozo do mundo

Bernardo Carvalho

R$ 57,90

Companhia das Letras

Um enigma chamado Brasil

André Botelho Lilia Moritz Schwarcz

R$ 87,90

Indisponível

Companhia das Letras

Nem vem - Ficções

Lydia Davis

R$ 67,90

Ficha Técnica

Título original: The first person Páginas: 152 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.226 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 26/04/2012
ISBN: 978-85-3592-074-1 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Inovadores, requintados e inteligentes, os contos de Ali Smith, uma das mais elogiadas e originais ficcionistas da atualidade, são repletos de ironia, sutileza e compaixão.

Cada conto é uma deliciosa surpresa em A primeira pessoa. A celebrada escritora escocesa Ali Smith, que vem reagindo em suas obras às formas dominantes da literatura contemporânea, constrói aqui narrativas particulares, capazes de despistar qualquer leitor.
Tal é o caso de "A criança", uma das histórias mais fascinantes desta coleção, em que uma pessoa se vê às voltas com um bebê que surge do nada em seu carrinho de supermercado e que não é seu, embora todos pareçam acreditar que sim.
O mesmo estranhamento se dá mais adiante, no conto "N'água", em que uma mulher é beijada por uma completa desconhecida, na rua, e ao voltar para casa encontra-se com a menina que era há três décadas, o seu "eu de catorze anos", para uma conversa pungente e improvável.
É a partir de situações como essas que Ali Smith discute temas centrais como a identidade, o amor e o fazer literário. Acertando em cheio e aparentemente sem esforço nosso intelecto, nosso coração e nosso senso de humor, a autora explora, por meio de jogos sofisticados, os possíveis caminhos e as questões centrais da arte de narrar.

"A primeira pessoa é uma audaciosa e brilhante coleção de contos de uma autora que não tem medo de nos mostrar a realidade. Renda-se e deixe-se inspirar." - The Times

"É difícil explicar o que faz destes contos tão maravilhosos. Talvez seja mais útil simplesmente dizer: leia-os." - The Independent

"Ali Smith está entre os escritores ingleses mais originais dos últimos quinze anos." -
The Guardian

Sobre o autor