Home | Livros | Companhia das Letras | O BRILHO DO AMANHÃ
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

O BRILHO DO AMANHÃ

Ishmael Beah
Tradução: George Schlesinger

R$ 69,90

/ À vista

Apresentação

Em sua estreia no romance, Ishmael Beah traz uma parábola poderosa sobre guerra e superação.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

O brilho do amanhã

Ishmael Beah

R$ 69,90

Alfaguara

Dance dance dance

Haruki Murakami

R$ 94,90

Companhia das Letras

A educação de uma criança sob o protetorado britânico

Chinua Achebe

R$ 64,90

Preço total de

R$ 229,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia de Bolso

Muito longe de casa

Ishmael Beah

R$ 54,90

Companhia das Letras

A virgem na jaula

Ayaan Hirsi Ali

R$ 69,90

Indisponível

Alfaguara

Dance dance dance

Haruki Murakami

R$ 94,90

Seguinte

O menino negro

Camara Laye

R$ 64,90

Companhia das Letras

A educação de uma criança sob o protetorado britânico

Chinua Achebe

R$ 64,90

Companhia das Letras

A ausência que seremos

Héctor Abad

R$ 84,90

Companhia das Letras

A morte do gourmet

Muriel Barbery

R$ 64,90

Indisponível

Companhia das Letras

Dentro da baleia e outros ensaios

George Orwell

R$ 59,90

Ficha Técnica

Título original: Radiance of tomorrow Páginas: 280 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.341 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 03/02/2015
ISBN: 978-85-3592-533-3 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Em sua estreia no romance, Ishmael Beah traz uma parábola poderosa sobre guerra e superação.

Muito longe de casa - memórias de um menino-soldado, o livro de estreia de Ishmael Beah, foi publicado em 2007 e tornou-se um clássico instantâneo. Era um relato espantoso sobre a Guerra Civil em Serra Leoa e o destino das crianças-soldado, recrutadas por grupos de extermínio antes mesmo dos dez anos de idade. Não por acaso, o livro foi direto ao topo das listas de best-seller. Considerado por Dave Eggers "o mais lido autor africano da literatura contemporânea", Beah agora traz uma afetuosa e terna parábola sobre a vida após a Guerra Civil em Serra Leoa. No centro de O brilho do amanhã estão Benjamin e Bockarie, dois amigos de longa data que retornam à cidade natal, Imperi, após o fim da guerra. O vilarejo está em ruínas, o chão coberto de ossos, as ruas desertas. À medida que os antigos moradores começam a voltar, os dois assumem a liderança da nova comunidade, esforçando-se para reatar os laços há muito desfeitos: retomam seus antigo postos de professores, reconectam-se aos veteranos na tentativa de preservar as tradições locais. Diversos obstáculos, porém, surgem à frente: escassez de alimentos, onda de assassinatos, roubos, estupros e retaliações. São ainda obrigados a enfrentar a destruição causada por uma companhia mineradora que ameaça cortar o abastecimento de água e bloqueia as ruas com fios elétricos. Com a atmosfera etérea de um sonho e a clareza moral de uma fábula, O brilho do amanhã é um romance poderoso sobre o significado de preservar o que é mais importante, mesmo em tempos de incerteza.

Sobre o autor