Home | Livros | Companhia das Letras | DA POESIA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

DA POESIA

Hilda Hilst

R$ 82,90

/ À vista

Apresentação

Pela primeira vez, a produção poética de Hilda Hilst, dispersa em mais de vinte livros, é reunida em um único volume.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Da poesia

Hilda Hilst

R$ 82,90

Companhia das Letras

Da prosa

Hilda Hilst

R$ 83,92

Companhia das Letras

Os contos

Lygia Fagundes Telles

R$ 144,90

Preço total de

R$ 311,72

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Alfaguara

Tempos ásperos

Mario Vargas Llosa

R$ 69,90

Quadrinhos na Cia

Scott Pilgrim contra o mundo, vol.2

Bryan Lee O'Malley

R$ 50,32

Clássicos Zahar

Alice: edição bolso de luxo

Lewis Carroll

R$ 52,90

Indisponível

Alfaguara

Morte e vida Severina

João Cabral de Melo Neto

R$ 69,90

Companhia das Letras

Meio sol amarelo (Nova capa)

Chimamanda Ngozi Adichie

R$ 82,90

Companhia das Letras

A insustentável leveza do ser

Milan Kundera

R$ 77,90

Companhia das Letras

Todo amor

Vinicius de Moraes

R$ 77,90

Indisponível

Companhia das Letras

Para educar crianças feministas

Chimamanda Ngozi Adichie

R$ 42,90

Companhia das Letras

O homem que confundiu sua mulher com um chapéu

Oliver Sacks

R$ 82,90

Ficha Técnica

Título original: Da poesia Páginas: 584 Formato: 13.70 X 21.00 cm Peso: 0.685 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 13/04/2017
ISBN: 978-85-3592-885-3 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Pela primeira vez, a produção poética de Hilda Hilst, dispersa em mais de vinte livros, é reunida em um único volume.

Autora homenageada da Flip 2018


Pela primeira vez, a produção poética de Hilda Hilst, dispersa em mais de vinte livros, é reunida em um único volume.

A intensa e prolífica atividade literária de Hilda Hilst se desdobrou em livros de ficção e em peças de teatro, mas foi na poesia que ela deu início e fim à sua carreira. Ao longo de 45 anos, entre 1950 e 1995, a poeta publicou em pequenas tiragens graças ao entusiasmo de editoras independentes -- com destaque para Massao Ohno, seu amigo e principal divulgador. No início dos anos 2000, os títulos de Hilda passaram a ser publicados pela Globo, editora com ampla distribuição. Nessa época, a sua escrita, até então considerada marginal e hermética, começou a receber o interesse de uma legião de leitores e estudiosos.
Agora, a Companhia das Letras reúne, pela primeira vez, toda a lavra poética da autora de Bufólicas em um só livro, que inclui, além de mais de 20 títulos, uma seção de inéditos e fortuna crítica. O material contém posfácio de Victor Heringer, carta de Caio Fernando Abreu para Hilda, dois trechos de Lygia Fagundes Telles sobre a amiga e uma entrevista cedida a Vilma Arêas, publicada no Jornal do Brasil em 1989.
A poesia de Hilda -- que ganha forma em cantigas, baladas, sonetos e poemas de verso livre -- explora a morte, a solidão, o amor erótico, a loucura e o misticismo. Ao fundir o sagrado e o profano, a poeta se firmou como uma das vozes mais transgressoras da literatura brasileira do século XX.

Sobre o autor

Vídeo