Home | Livros | Companhia das Letras | RESERVA NATURAL
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

RESERVA NATURAL

Rodrigo Lacerda

R$ 54,90

/ À vista

Apresentação

Em dez contos, Rodrigo Lacerda aborda o tema do "mundo natural". Mas a "reserva" de seu título poderia evocar também dissimulação e recato, por um lado, e por outro o potencial poder de destruição de tropas em retaguarda. O mundo natural deste livro é um mundo de mistérios, violência, beleza e medo.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Reserva natural

Rodrigo Lacerda

R$ 54,90

Companhia das Letras

A vida não é útil

Ailton Krenak

R$ 34,32

Companhia das Letras

Algo antigo

Arnaldo Antunes

R$ 57,90

Preço total de

R$ 147,12

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Outra vida (Nova edição)

Rodrigo Lacerda

R$ 54,90

Companhia das Letras

O fazedor de velhos

Rodrigo Lacerda

R$ 52,90

Indisponível

Companhia das Letras

Nunca houve um castelo

Martha Batalha

R$ 54,90

Companhia das Letras

Enterre seus mortos

Ana Paula Maia

R$ 44,90

Companhia das Letras

O sol na cabeça

Geovani Martins

R$ 49,90

Indisponível

Companhia das Letras

A república das abelhas

Rodrigo Lacerda

R$ 72,90

Companhia das Letras

O fazedor de velhos 5.0

Rodrigo Lacerda

R$ 57,90

Alfaguara

Sebastopol

Emilio Fraia

R$ 57,90

Companhia das Letras

A revolução que mudou o mundo - Rússia, 1917

Daniel Aarão Reis

R$ 62,90

Ficha Técnica

Título original: Reserva natural Páginas: 184 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.258 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 02/04/2018
ISBN: 978-85-3593-077-1 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Em dez contos, Rodrigo Lacerda aborda o tema do "mundo natural". Mas a "reserva" de seu título poderia evocar também dissimulação e recato, por um lado, e por outro o potencial poder de destruição de tropas em retaguarda. O mundo natural deste livro é um mundo de mistérios, violência, beleza e medo.

Em dez contos, Rodrigo Lacerda aborda o tema do "mundo natural". Mas a "reserva" de seu título poderia evocar também dissimulação e recato, por um lado, e por outro o potencial poder de destruição de tropas em retaguarda. O mundo natural deste livro é um mundo de mistérios, violência, beleza e medo.

Em Reserva natural, a natureza nem sempre é idílio, nem sempre é inferno. Inclui o homem, compete com ele, atiça-o e o ameaça. Formas de vida de uma comovedora e constrangedora simplicidade – bactérias, micróbios, células cancerosas – "executam suas funções biológicas sem prazer ou dor, sem juízo crítico".
Uma mulher coleciona, em vidrinhos, um pouco do ar de Paris, e humanos intrusos investigam e emulam os jogos sexuais entre as orquídeas e os insetos. Há um momento de enlevo na mesa de um massagista, um momento de alegria para o corpo, e há o pavor da morte junto ao mar, justo quando a vida parece mais intensa e inebriante.
Nesses momentos, e em tantos outros, Rodrigo Lacerda nos mantém em suspenso, pregados ao texto, a esse mundo do qual estranhamente nos distanciamos. A segurança com que assume vozes distintas e a destreza com que nos enreda nessas narrativas mostram, uma vez mais, por que está entre os autores mais relevantes do país.

Material para o professor